PRÓ-TV

Márcia Real, uma das pioneiras da TV



A Pró-TV homenageia a atriz e dubladora Márcia Real, uma paulistana do bairro do Ipiranga e que aos 87 anos de idade está afastada da carreira desde 2006, mas fez uma carreira brilhante na TV, no cinema e no teatro, tendo sido a primeira atriz a ganhar o Troféu Imprensa de melhor atriz do ano, isso em 1961.

Foi levada ao teatro por Bibi Ferreira, no final da década de 40, e estreou na peça “Minhas Queridas Esposas”. Depois participou da montagem de “Piaf” ao lado da mesma Bibi. No cinema a estreia aconteceu em 1949 no filme “Carnaval no Fogo” e na televisão marcou presença desde 1952 quando participou do “Teatro de Vanguarda”.

Márcia Real esteve na TV Tupi por muitos anos e depois passou pela TV Excelsior, Record, Globo, Gazeta/CNT, Cultura e SBT. Se destacou em trabalhos marcantes como a  Lola de “Redenção”; a Princesa Isabel de “Sangue do Meu Sangue”; a Guiomar de “Aritana”; a dona Idalina de “Gaivotas”; a Valquiria de “Bebê a Bordo”; a Áurea de “Mico Preto” e a Matilde de “Canoa do Bagre”.

No cinema se destacou em “O Sobrado” vivendo Alice Cambará em 1956 e na década de 70 em filmes como “O Rei da Noite”; “A Ilha do Desejo” e “Amadas e Violentadas”. Em 2003 foi a Maria Alice do filme “Avassaladoras”, estrelado por Giovanna Antonelli e Reynaldo Gianecchini.

 

Rodolfo Bonventti

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais