Museu da TV, Rádio & Cinema

A morte da atriz e diretora Dilma Lóes



A atriz e diretora Dilma Lóes morreu no último dia 31 de julho, na Flórida, Estados Unidos, aos 70 anos de idade, vitimada por um câncer.

Filha do ator e radialista Urbano Lóes e da atriz Lídia Mattos,  Dilma estreou no cinema em 1969 no filme “Meu Nome é Lampião”.

Em 1970 ela se destacou ao lado de Mazzaropi no filme “Betão Ronca Ferro”, fazendo par romântico com Roberto Pirillo. A partir daí atuou em várias outras produções cinematográficas, entre elas, “Quando as Mulheres Paqueram”; “Essa Gostosa Brincadeira a Dois” e “A Volta do Filho Pródigo”, com o qual ganhou o Kikito do Festival de Cinema de Gramado como melhor atriz coadjuvante.

Na TV ela fez apenas duas novelas: “Tempo de Viver” na TV Rio e “O Bem Amado” na TV Globo como Anita Medrado.

Foi casada com o diretor de cinema e ator Victor di Mello, com quem teve a filha Vanessa Lóes, que também é atriz e casada com o ator Thiago Lacerda. Ela morava atualmente nos Estados Unidos onde se tratava de um câncer.

museudatv

museudatv

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
 

Siga-nos nas Redes Sociais