PRÓ-TV

Remake de “Éramos Seis” estréia em outubro



A TV Globo marcou para 1º de outubro a estréia de uma nova versão de “Éramos Seis”, o romance de Maria José Dupré que já foi produzido outras quatro vezes anteriormente: em 1958, ao vivo, pela TV Record com Gessy Fonseca, que faleceu no ano passado, como dona Lola; em 1967, na TV Tupi com Cleyde Yáconis encabeçando o elenco; a mais premiada versão foi em 1977, pela TV Tupi, com um excelente desempenho de Nicette Bruno e a última versão foi em 1994, pelo SBT, com Irene Ravache vivendo brilhantemente a dona Lola.

O novo remake está sendo adaptado por Ângela Chaves, com direção de Carlos Araújo, e desta vez será Glória Pires a atriz que vai viver um personagem tão carismático como a dona Lola. Para viver seu marido, o seu Júlio, na versão da Tupi interpretado por Gianfrancesco Guarnieri e na do SBT por Othon Bastos, estará Antonio Calloni.

O elenco ainda não está totalmente fechado, mas já estão confirmados os nomes de Cássio Gabus Mendes, Susana Vieira, Ricardo Pereira, Caco Cicoler, Simone Spoladore, Stepan Nercessian, Nicolas Prates, Walderez de Barros e Maria Eduarda Carvalho. Há ainda a chance de Irene Ravache fazer uma participação especial na novela.

Mas a onda de remakes na emissora não pára por aí. A TV Globo via Silvio de Abreu já aprovou também produzir novamente a novela “Os Ossos do Barão”, uma criação de Jorge Andrade que foi levada ao ar pela Globo em 1973/1974 e depois ganhou um remake pelo SBT em 1997.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais