PRÓ-TV

O carnaval na televisão



As primeiras transmissões do carnaval pela tv foram tímidas. Tudo começou com a chegada do videotape, no início dos anos 60. Com a nova tecnologia as emissoras passaram a transmitir flashes dos desfiles das escolas de samba cariocas, que ainda eram na Avenida Rio Branco. O público gostou e a tv partiu para flashes ao vivo. Pelo que se tem notícia, a TV Continental fez a primeira transmissão em flashes, em 1960. Ela era a caçula das emissoras, tinha 1 ano de atividade.

O surgimento da TV em cores, em 1972, fez com que as emissoras dessem mais espaço ao desfile. Num primeiro momento aumentaram a duração dos flashes. Depois passaram a transmitir o desfile na integra.

A consagração definitiva desse espetáculo na tv aconteceu com a inauguração do Sambódromo em 1984. O modelo foi seguido em São Paulo e outros estados. E como alternativa aos desfiles das escolas de samba as emissoras descobriram o carnaval da Bahia, que hoje atrai boa parte do público. A Band foi a primeira a cobrir a festa baiana, em 1993.

Sobre a TV Continental do Rio de Janeiro vale registrar: a emissora transmitia pelo canal 9. Ficou no ar entre 1959 e 1972. Foi o terceiro canal do Rio, depois da TV Tupi (canal 6) e a TV Rio (canal 13).

Com o fim da Continental o canal 9 foi ocupado pela TV Record Rio de 82 a 87. Em 87 a emissora foi vendida e se tornou TV Copacabana e depois TV Corcovado. Em 1992 se transformou em Rede OM que por sua vez se transformou em CNT em 1992. E segue assim nos dias de hoje,

M.A.Z./ 14-02-2015

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais