PRÓ-TV

Osmar Prado está na TV desde os 10 anos de idade



Osmar do Amaral Barbosa, ou simplesmente Osmar Prado, um dos mais premiados atores da nossa TV, começou sua vitoriosa carreira aos 10 anos de idade, em 1957, no elenco infantil da telenovela “David Copperfield” na TV Paulista.

Ele ficou algum tempo participando do elenco da emissora e se transferiu para a TV Globo em 1954 para participar da novela “Ilusões Perdidas”. Em seguida foi para a TV Excelsior onde fez novelas memoráveis como “Os Estranhos”; “A Muralha” e “Dez Vidas”.

Na TV Globo ele voltou ao ar em 1969 para fazer “Verão Vermelho”, e em seguida, “Assim na Terra como no Céu” e “O Cafona” onde se destacou vivendo o jovem cineasta Cacá. A partir de 1972, ele foi o Junior, o filho politizado de Lineu e Nenê no seriado “A Grande Família”.

A partir daí, Osmar Prado se transformou em um dos principais nomes das novelas brasileiras e uma presença constante na nossa telinha. Fez novelas importantes como “Anjo Mau”;  “Nina”; “Pai Herói”; “Chega Mais”; “Roda de Fogo”; “Mandala”; “Vida Nova”; ” e “Pedra Sobre Pedra”.

Na TV Cultura protagonizou a minissérie “Seu Quequé” e na Rede Manchete atuou em “Viver a Vida ” e “Tudo em Cima”. Foi premiado pelo seu desempenho como o Tião Galinha da novela “Renascer” e no ano seguinte pelo vilão Clóvis de “Sangue do Meu Sangue” no SBT.

Um ator também constante no teatro e no cinema, nossa homenagem ao grande ator que está na TV há 60 anos e foi destaque mais recentemente como o advogado Lobato de “O Clone”; o caipira Margarido de “Chocolate com Pimenta”; o Barão de Araruna de “Sinhá Moça”; o empresário Cícero de “Ciranda de Pedra”; o chefe da família Manu em “Caminho das Índias”; o delegado Batoré de “Cordel Encantado” ou o vilão Virgílio de “Amor, Eterno Amor”.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais