Museu da TV, Rádio & Cinema

Gésio Amadeu é vítima da Covid-19



Morreu no último dia 05 de agosto, nas cidade de São Paulo, aos 73 anos de idade, o ator Gésio Amadeu, por complicações da Covid-19, depois de quase 60 dias de internação.

Gésio Amadeu teve uma brilhante carreira que começou ainda na TV Tupi, em 1968, na novela “Beto Rockfeller” de Bráulio Pedroso. Em seguida pode ser visto em “A Cabana do Pai Tomás” na TV Globo e depois em “O Cafona” também exibida na mesma emissora.

No Cinema estreou chamando atenção de todos no musical romântico “A Moreninha” de Glauco Mirko Laurelli onde viveu o escravo Rafael. E depois marcou presença em “Longo Caminho da Morte”; “Eles Não Usam Black-Tie” e “As Vidas de Maria”.

Bastante atuante também no Teatro, foi na TV que Gésio Amadeu mais trabalhou, com papéis de destaque nas novelas “Éramos Seis” na versão da TV Tupi; “Gaivotas”; “Os Imigrantes”; “Sinhá Moça” (nas duas versões da TV Globo); “A História de Ana Raio e Zé Trovão”; “Renascer”; “A Viagem” na versão da TV Globo; “Chiquititas”; “Terra Nostra”; “Amor e Ódio”; “Essas Mulheres”; “Paraíso”; “Araguaia” e “Velho Chico”.

Ele também atuou no seriado “Joana” estrelado por Regina Duarte e no “Sítio do Picapau Amarelo” vivendo o Tio Barnabé.

museudatv

museudatv

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
 

Siga-nos nas Redes Sociais