PRÓ-TV

David José, o primeiro Pedrinho do Sítio do Picapau Amarelo



Aos 76 anos de idade, o ator, diretor, roteirista, jornalista e professor universitário David José está afastado da carreira artística desde 1992, depois de 40 anos de uma carreira que começou em 1952, quando ele ganhou o papel de Pedrinho na primeira versão de “O Sitio do Pica-Pau Amarelo”, adaptado para a TV Tupi por Tatiana Belinsky e Júlio Gouveia.

Na TV Tupi, nas décadas de 1950 e 1960,  David José participou de seriados infantis, teleteatros e novelas como “Alma Cigana”; “O Preço de uma Vida” e “O Tempo e o Vento”.  Ele foi o Pedrinho do “Sítio” até completar 17 anos de idade.

Fez parte do Teatro de Arena e participou também de vários filmes nos anos 1960 e 1970, entre eles, “Lampião, o Rei do Cangaço”; “A Super Fêmea”; “Doramundo” e “Uma Estranha História de Amor”.

David José viveu na França alguns anos, onde estudou e fez mestrado e atuou como ator em alguns filmes na época da Nouvelle Vague. De volta ao Brasil atuou em novelas e minisséries na TV Bandeirantes e na TV Cultura, onde fez “O Todo Poderoso”; “O Vento do Mar Aberto” e “O Fiel e a Pedra”.

Nossa homenagem a um dos pioneiros da televisão brasileira.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais