PRÓ-TV


MARIA CÉLIA CAMARGO


Maria Célia Camargo nasceu em São Paulo, em 14 de maio de 1935.

Começou em teatro amador no interior do estado de São Paulo. Uma vez na capital, estudou teatro com Ruggero Jacobbi. Em 1954 começou a atuar no palco, e continuou a participar do TBC (Teatro Brasileiro de Comédia), em peças de grande importância. Nessa ocasião formou-se em Direito, pela Faculdade Mackenzie, mas voltou-se para a televisão e fez o “Teleteatro Brastemp”, na TV Excelsior.

Foi então contratada pela TV Tupi e fez “TVs de Vanguarda”, que o principal programa da época e ‘varias novelas, entre as quais: “Alma Cigana”, “O Sorriso de Helena”, “A Ré Misteriosa”. “Meu Filho, Minha Vida”, “O Homem que Sonhava Colorido”, e outras. Participou também dos “TVs de Comédia”, programa mais leve,dirigido por Geraldo Vietri.

Em 1965 foi para a Companhia Nydia Licia e nos dez anos seguintes foi produtora teatral e atriz. Fez a super produção “Jesus Cristo Superstar”, peça na qual fez opapel de Maria Madalena. Depois ainda voltou à TV Tupi e em 1977 participou da novela “Éramos Seis”. Por último fez “O Direito de Vencer”, na TV Record.

Voltou à televisão em 2006, na novela “Cristal”, do SBT. Fez também “Maria Esperança” (2007). No ano seguinte, em 2008, participou do projeto “Câmera Café”, também do SBT, que eram pequenas esquetes bem humoradas, exibidas ao longo da programação.

Entre 2010 e 2011, fez o remake da novela “Ti ti ti”, na TV Globo.

Maria Célia é viúva do ator Altair Lima. E tem filhos. Mulher muito inteligente e educada, suapresença sempre é marcada por essas virtudes.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais