PRÓ-TV


BENÊ SILVA


Ator, Benê Silva nasceu em Uberaba, no estado de Minas Gerais, em 16 de agosto de 1942 e faleceu na cidade de Embu, em São Paulo, em 21 de fevereiro de 2011.

Seu nome completo é Benedito Vicente da Silva. Foi ator, dramaturgo e cineclubista.

Benê estudou Artes Cênicas, no EAD – Escola de Arte Dramática de São Paulo. Fez ainda o TEM – Teatro Experimental do Negro, na década de 1950, no Rio de Janeiro, com a atriz Ruth de Souza.

Ele atuou em televisão, cinema e teatro.

Em cinema: Em cinema, começou em 1970. Fez diversos filmes, no Brasil e no exterior. Fez: “Longo Caminho da Morte”, “Jogo da Vida e Da Morte”; “A Filha do Padre”; “A Carne”, “Cada Um Dá o Que Tem”, “O Dia das Profissionais”, “Paranóia”; “Narradores de Javé”.

Em teatro: Benê Silva foi destaque, na bela montagem da peça: “Hair”, no Brasil;

Em televisão:Trabalhou na Rede Globo, no SBT e na TV Bandeirantes. Participou das novelas: “Maria, Maria” (Globo); “Meus Filhos, Minha Vida” (SBT); “Jerônimo, o Herói do Sertão” e “Chapadão do Bugre” (Band).

Em cineclube:Benê Silva morou por mais de 10 anos na cidade artística do Embu, onde criou o Cineclube Embu das Artes, em 10 de setembro de 2006. Na inauguração, foi exibido o filme: “Vida de Artista”, produção e direção do cineasta João Batista de Andrade, então Secretário Estadual de Cultura, que fez questão de estar presente, para prestigiar Benê Silva.

Benê Silva foi ator muito considerado, tanto que o dramaturgo Plínio Marcos, disse certa vez, que ele deveria ter feito o protagonista da novela: “Cabana do Pai Tomás”, um negro, cujo papel foi dado a um ator branco, Sérgio Cardoso.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais