Museu da TV, Rádio & Cinema

Berta Zemel, uma vida dedicada a arte



Morreu no último dia 25 de fevereiro, a veterana e premiada atriz Berta Zemel, em São Paulo, aos 86 anos de idade.  Ela também era professora de teatro, estava internada no Hospital Santa Catarina e não resistiu a uma broncopneumonia.

Filha de imigrantes poloneses, estudou na Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (EAD/USP) e começou sua carreira no Teatro Bela Vista.  Estreou profissionalmente com a peça “Hamlet”, em 1956.

Na Televisão estreou em 1956 no “Grande Teatro Tupi”, e fez parte do elenco do Teleteatro até 1959. No Cinema, estreou com o drama “O Quarto” (1968), de Rubem Biafora. Seu maior destaque na tela grande se deu com o filme “Desmundo”, ao lado de Osmar Prado, em 2002, que lhe rendeu o Troféu Candango de melhor atriz coadjuvante no Festival de Brasília.

Participou nos anos 1970 de duas novelas de muito sucesso na TV Tupi: “Vitória Bonelli” com a qual ganhou todos os premios como melhor atriz de TV em 1972; e “Os Apóstolos de Judas”, em 1976, ambas escritas e dirigidas por Geraldo Vietri. Seu último trabalho na TV foi na novela “Água na Boca”, na TV Bandeirantes, em 2008, vivendo a italiana Maria Bellini.

Além de sua trajetória premiada como atriz, Berta Zemel fez carreira como preparadora e professora de atores, ao lado do marido, o também ator e diretor Wolney de Assis, que faleceu em 2015.

Rodolfo Bonventti

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
 

Siga-nos nas Redes Sociais