Museu da TV, Rádio & Cinema

Ivani Ribeiro vai ao Xingú



A Tupi estreou em 13 de novembro de 1978 a novela “Aritana”, que ficou no ar até 30 de abril de 1979, totalizando 120 capítulos. Foi uma criação de Ivani Ribeiro, com direção de Luiz Gallon, Álvaro Fugulin, Atílio Riccó e Antonino Seabra, em momentos distintos.

Mais uma vez Ivani colocava no ar um tema sensível, polêmico, mas sem apelação. Para contar a história de um jovem, filho de pai índio e mãe branca que vai lutar para preservar a terra da sua tribo a autora se valeu da colaboração dos indigenistas Cláudio, Orlando e Álvaro Villas Boas e do professor Olympio Serra, administrador do Parque Indígena do Xingu, na época.

Aritana (Carlos Alberto Riccelli) era vítima de um tio, Nhonhô (Jaime Barcelos) que não queria entregar as terras a que o índio tinha direito, por herança. As terras eram de Nhonhô e do falecido pai de Aritana. Na tentativa de se livrar do compromisso ele pede ajuda a irmã veterinária, Estela (Bruna Lombardi). Mas ela acaba se apaixonando por Aritana e a história toma outro rumo.

A novela fez sucesso, para as metas da Tupi, mas enfrentou problemas. A imprensa e entidades militantes, criticaram a “invasão” de aldeias para as gravações e a crise da Tupi paralisava com frequência sua produção em função do atraso nos pagamentos dos profissionais. Teve capítulo com 15 minutos apenas.

Estiveram no elenco:

AMILTON MONTEIRO – Ademar

ANA ROSA – Ana Maria

ARLETE MONTENEGRO – Violeta

BRUNA LOMBARDI – Estela Bezerra

CARLOS ALBERTO RICCELLI – Aritana

CARLOS ARENA – Dr. Caruso

CARLOS VEREZA – Julião

CARMINHA BRANDÃO – Fani

CLEYDE YÁCONIS – Elza

CRISTINA MULLINS – Paula

DENIS DERKIAN – Tuta

DINÁ RIBEIRO

ELAINE FONZARA – prostituta do bordel de Fani

EUNICE MENDES – Margarida

FRANCISCO MILANI – Homero

GEÓRGIA GOMIDE – Lígia

HAROLDO BOTTA – Marquito

HILKIAS DE OLIVEIRA – Pagano

JAIME BARCELOS – Nhonhô Correia

JANETE SOARES – diretora do asilo onde Elza é internada

JOÃO FRANCISCO GARCIA – Wálter

JOHN HERBERT – Danilo

JORGE DÓRIA – Boaventura

MARCELO PINDORF – Zoca

MÁRCIA REAL – Guiomar

MARCOS CARUSO – Marcelino

MARCOS LANDER – inspetor do Xingu

MARIA ESTELA – Inês

MARIA VIANA – Celina

OTHON BASTOS – Mateus

PAULO MAIA – Bidu

RILDO GONÇALVES – delegado

ROBERTO ROCCO – Alaor

RUTH PEREZ – prostituta do bordel de Fani

SERAFIM GONZALEZ – Comendador Seabra

SUZY CAMACHO – Magali

TONY CORRÊA – Lalau

VERA LIMA – Taís

VERA PAXIE – Verinha

WÁLTER SANTOS – Ramalho

WANDA STEFÂNIA – Yara

WILMA GUERREIRO – prostituta do bordel de Fani

WILSON RABELO – Pinguim

YARA GREY – Lola

YARA IGNÁCIO – Fátima (prostituta do bordel de Fani)

Aqui tem a abertura:

https://www.youtube.com/watch?v=F_Wia7Pufks

O tema musical é “Krahô”, com Marlui Miranda.

E aqui um compacto dos 2 meses iniciais:

https://www.youtube.com/watch?v=dBISX2knFtc

#Aritana #CarlosAlbertoRiccelli #BrunaLombardi #Tupi #IvaniRibeiro #MuseudaTV

 

 

M.A.Z./ 13-11-2021

 

Marcos Zago

Marcos Zago

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
Gugu Vive
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais