Museu da TV, Rádio & Cinema

César Ladeira, o locutor da revolução



César Rocha Brito Ladeira tinha uma voz grave e em 1931, com apenas 20 anos, se tornou locutor na Rádio Record de São Paulo. No ano seguinte, com o nome artístico de César Ladeira, se transformou na voz mais famosa do Brasil e no “Locutor da Revolução”, já que foi escolhido pelo governo paulista para transmitir diariamente, no final da noite, todas as movimentações que envolveram a Revolução Constitucionalista de 1932.

O sucesso o levou para a Rádio Mayrink Veiga em 1933, onde além de locutor se transformou em diretor artístico da emissora. Além de radialista, locutor e diretor artístico, Ladeira também arriscou na carreira de ator tendo participado dos filmes “Alô, Alô, Brasil”; “Banana da Terra”; “Sob a Luz do Meu Bairro”; “Folias Cariocas”; “Toda a Vida em Quinze Minutos”; “Garotas e Samba” e “Os Cosmonautas”. Também atuou, dois anos antes de sua morte em programas humorísticos da TV Tupi do Rio de Janeiro.

Em 1949, o paulista César Ladeira conheceu uma jovem estrela de nome Renata Fronzi no Rio de Janeiro, no Teatrinho Jardel Jércolis, onde ela era uma das principais vedetes. Nasceu ali uma grande paixão que resultou em casamento e em dois filhos: César e Renato. E com a mulher ele produziu e escreveu números musicais para os palcos e para a televisão.

Rodolfo Bonventti

Rodolfo Bonventti

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
BRAVI
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Fórum SBTVD
Grupo Observatório
Gugu Vive
IBEPEC
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
TudoRádio
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais