Museu da TV, Rádio & Cinema


LEONOR BASSÈRES


Leonor Bassères nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 15 de dezembro de 1926.

Ela foi escritora, jornalista e telenovelista, e começou como escritora de literatura infanto-juvenil. Mas, ao mesmo tempo, era jornalista e professora de línguas.

Escreveu 16 livros juvenis de aventura. Foi ainda ghost-writer de várias celebridades.

Em 1980, Gilberto Braga, novelista da Rede Globo, a convidou para transformar sua telenovela “Água Viva” em livro. E este foi lançado pela editora Record no mesmo ano e fez sucesso. Iniciou-se aí uma parceria entre os dois autores. E ela participou como colaboradora de novelas como “Vale-Tudo”, “O Dono do Mundo”, “Labirino”, “Pátria Minha” e “Celebridade”.

Em 1990, Leonor Bassères foi autora da telenovela “Mico Preto”, em parceria com Euclydes Marinho e Ricardo Linhares, para o horário das 19h da TV Globo. Com Linhares, escreveu ainda “Meu Bem Querer”, em 1998.

Em meados de 2003, a escritora descobriu que tinha um câncer no pulmão. Mesmo assim continuou a escrever “Celebridade”, em parceria com Gilberto Braga. Mas acabou por ser dominada pela doença e faleceu antes da novela terminar.

Leonor Bassères faleceu em 29 de janeiro de 2004, no Rio de Janeiro, aos 77 anos de idade, e a novela “Celebridade” terminou com uma sincera homenagem a ela.

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
BRAVI
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Fórum SBTVD
Grupo Observatório
Gugu Vive
IBEPEC
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
TudoRádio
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais