PRÓ-TV


ÊNIO SANTOS


O ator Ênio Santos nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul,no ano de 1922. Espírito aventureiro, mudou-se ainda menino, com apenas treze anos, para o Rio de Janeiro.Sua distração principal era ir às emissoras de rádio. Frequentava os programas de calouros e participava, pois queria ser cantor. Ia muito ao programa de Renato Murce, da Rádio Nacional, que era a principal emissora brasileira. Acabou por ser contratado como cantor, mas pela Rádio Record. de São Paulo, na década de 40. Já era um mocinho.

Passou então, já profissional, para a carreira de ator de radioteatro, na década de 60. E também entrou para a Televisão Continental do Rio. Sua primeira telenovela foi na TV Globo, em 1967,quando fez: ” Anastácia, a Mulher Sem Destino”. Fez em seguida, na mesma emissora:” Sangue e Areia”.E em 69: ” Rosa Rebelde” e “Véu de Noiva”. Em 1970, fez: ” Véu de Noiva”. Em 71: ” O Homem Que Deve Morrer”. Em 72: ” Uma Rosa Com Amor”. Em 73: ” O Semideus”. Em 75: ” Fogo Sobre Terra”.Em 75: ” Escalada”. Em 76: “Estúpido Cupido”. Em 77: ” Dona Xepa” e ” O Astro”. Em 79: ” Feijão Maravilha” e ” Os Gigantes”. Em 80: ” Olhai Os Lírios do Campo” e ” Água Viva”. Em 1981, Ênio Santos passou para a Rede Bandeirantes e fez: ” os Imigrantes”, novela de muito sucesso. Voltou à Globo e fez, em 82: ” Sétimo Sentido ” e ” Final Feliz”. Em 83, fez: “Eu Prometo” e ” Caso Verdade”.Em 86: ” Selva de Pedra”. Em 88, a minissérie: ” O Pagador de Promessas”, ” O Primo Basílio” e ” Vida Nova”. Em 1989, fez: ” Tieta”. Em 90, a minissérie: ” Lá Mamma”. Em 91: “Salomé”. Em 94: ” Incidente em Antares”. Em 96: ” Quem é Você?” e em 2000: ” O Cravo e a Rosa”. Todos esses últimos trabalhos ele fez na Rede Globo.

No cinema, Ênio Santos fez os filmes: ” Fantasma Por Acaso”, ” Asas do Brasil”, ” Obrigado, Doutor”, “Poeira de Estrelas”,” Por Um Céu de Liberdade”, ” Copacabana Me Engana”, ” Os Condenados”, ” As Moças Daquela Hora”, ” Ipanema, Adeus” e ” Tem Folga na Direção”.

Ênio Santos foi também um grande dublador de filmes, tendo se destacado ao fazer o Zangado, da “Branca de Neve”,o Timóteo, em ” Dumbo”, o narrador em ” Hércules”, a Fa Zu, em ” Mulan”,o Chefe Ponto, em ” Moby Dick”, o Willy Wonka,” Fantástica Fábrica de Chocolate” e muitos outros trabalhos.

Ênio Santos faleceu de falência múltipla dos orgãos, em 30 de janeiro de 2002.,a cidade do Rio de Janeiro.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais