PRÓ-TV


BENEDITO CORSI


Benedito Corsi nasceu em 18 de fevereiro de 1924.

Formado em Artes Cênicas pela primeira turma da Escola de Arte Dramática de São Paulo (EAD), foi ator do TBC. Participou  também da Companhia Tônia-Celi-Autran fundada pelos atores Tônia Carrero e Paulo Autran, e pelo diretor Adolfo Celi, em 1956.  Sua estréia foi na histórica montagem de “Otelo”, no Rio de Janeiro.

Na Companhia Tônia-Celi-Autran, além de ator ele também foi diretor e vice-diretor administrativo por alguns anos.  Sua primeira direção na Companhia foi “Auto da Infância de Jesus ou Natal na Praça”, de Henri Ghéon, em 1957.

Na Televisão,  onde participou nos anos 1950 do “Grande Teatro Tupi”, foi diretor de Teleteatros da TV Cultura, e dirigiu para o Teatro 2 a adaptação da peça “Felisberto do Café” de Gastão Tojeiro, sob a supervisão artística de Nydia Licia.

No Cinema estreou em 1950 no filme “Suzana e o Presidente” e participou também de “Uma Pulga na Balança”; “Esquina da Ilusão”; “Candinho” ao lado de Mazzaropi em 1954 e “Cara a Cara”.

Em 1973, trabalhou na novela “Divinas e Maravilhosas” de Vicente Sesso com direção de Oswaldo Loureiro, exibida pela TV Tupi.

Seu último trabalho foi no cinema em “O Baiano Fantasma” de Denoy de Oliveira em 1984. Ele faleceu em São Paulo em maio de 1992.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais