Museu da TV, Rádio & Cinema

A TV do futuro será gerenciada por aplicativos



Em um futuro muito próximo, a TV será gerenciada por aplicativos, que vão possibilitar ao telespectador alternar naturalmente entre a TV aberta e os conteúdos de internet oferecidos pelas emissoras.

Outra novidade é o suporte às transmissões em 4K e 8K, que deve chegar entre 2022 e 2024. É o projeto que especialistas definem como TV 3.0, o futuro da TV digital aberta no Brasil.

Parte desses avanços já estão sendo testados pelas nossas principais emissoras, como o som em 360º, que a TV Globo utilizou em alguns jogos do Campeonato Brasileiro 2020. Ele permite uma experiência sonora mais real nas transmissões, a sensação do telespectador estar na arquibancada do estádio.

A TV digital brasileira vai se tornar em pouco tempo Ultra HD, suportando a definição 4K para TV aberta, o que deve acontecer em 2023 ou 2024, mas antes da chegada do 4 K, várias experiências devem ser realizadas com transmissões de TV digital Full-HD, que apresentam imagens com maior fidelidade de cores, brilho e contraste.

O Projeto TV 3.0 propõe um novo modelo de negócio: a integração entre a TV e a internet, com a experiência do telespectador não mais baseada em canais, mas em aplicativos, que vão gerenciar toda a apresentação do conteúdo.

Rodolfo Bonventti

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
 

Siga-nos nas Redes Sociais