Museu da TV, Rádio & Cinema

Todo dia é dia, toda hora é hora!



“Todo dia é dia, toda hora é hora, de saber que esse mundo é seu. Se você for amigo e companheiro, com alegria e imaginação, vivendo e sorrindo, criando e rindo, você será feliz e todos serão também”.

O tema de abertura do programa “Vila Sésamo” marcou profundamente as crianças e adolescentes, grudados na tv, entre 1972 e 1976.

A ideia de criar a adaptação do programa americano “Sesame Street” foi de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho (Boni), então diretor da Central Globo de Produções e Claudio Petraglia, diretor da TV Cultura de São Paulo. Na época a Globo não tinha estúdios para gravar o seriado. A solução foi uma parceria. “Vila Sésamo” foi feita nos estúdios da Cultura e exibida pelas duas emissoras.

No inicio havia material americano na edição, mas a partir do episódio 40 a atração foi totalmente nacionalizada. Tudo que ia ao ar era gravado aqui. E o elenco era memorável: Garibaldo era interpretado pelo ator Laerte Morrone, Aracy Balabaniam fazia a Gabriela, que era casada com o personagem interpretado por Armando Bogus. Havia a professorinha, Sônia Braga, em seu primeiro papel na TV, e seu namorado Flávio Galvão. E Manoel Inocêncio, o Seu Almeida. Entre outros.

Criado em 1969, nos Estados Unidos, “Vila Sésamo” foi o primeiro programa infantil a ensinar e divertir, graças ao belo texto, seu elenco e seu formato, com quadros rápidos e variados.

A atração deu a cara da TV Cultura de São Paulo, que tem no conteúdo infantil sua maior força.

M.A.Z./ 13-08-2012

museudatv

museudatv

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
Gugu Vive
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais