Museu da TV, Rádio & Cinema

Na história da tv, saudade não tem idade



No dia 17 de março de 1978 a Globo estreava “Saudade Não Tem Idade”, um programa que marcou sua história, apesar de durar apenas 2 temporadas e ser uma exibição mensal. Ia ao ar na segunda semana de cada mês na faixa “Sexta Super”, que fazia um rodízio de atrações. Ficou no ar até 14 de setembro de 1979.

A atração musical recriava todo tipo de sucessos do disco, do rádio, do cinema, do teatro e da tv. O rock, o tango, as marchinhas, o bolero, o samba, as óperas populares, os temas de novelas, tudo cabia. Os artistas originais e os novos se misturavam nas montagens. O elenco da emissora também era escalado.

Augusto César Vanucci dirigia a atração. Ele tinha a colaboração do coreografo Juan Carlos Berardi e do cenógrafo Frederico Padilha, para criar a atmosfera de cada número, com luxo e emoção. Ney Latorraca apresentava, primeiro com Marlene e depois com Djenane Machado.

Na montagem acima estão Elza Soares, Lilico com Ney Latorraca, Rosemary, Tony Campello e Peri Ribeiro.

#SaudadeNaoTemIdade #SextaSuper #Globo #MuseuDaTV

 

 

Em 16-03-2022

Marcos Zago

Marcos Zago

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
BRAVI
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Fórum SBTVD
Grupo Observatório
Gugu Vive
IBEPEC
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
TudoRádio
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais