Museu da TV, Rádio & Cinema

Marca sonora



Ao longo do tempo os brasileiros se acostumaram com um ‘filminho” abrindo e fechando os intervalos comerciais. De forma mais ou menos igual, mas sem a exibição assegurada em todos os programas as emissoras já usavam esse recurso quando a Globo resolver radicalizar.

Em 1971 nasceu o plim plim, uma animação com a marca da emissora criada para orientar a entrada dos comerciais em todas as emissoras em cadeia com a Globo e ao mesmo tempo chamar o telespectador de volta ao programa, caso ele tivesse saído de frente da tv durante os comerciais.

A vinheta, como é chamada essas pequenas peças, foi implantada durante o “Festival Internacional da Canção”. O som foi encomendado pelo diretor da emissora, José Bonifácio, o Boni, que desejava algo que também pudesse ser ouvido a quadras de distância e que fizesse a família voltar para a frente da TV.

A ideia foi executada por Mauro Borja Lopes, o Borjalo e o tecladista Luiz Simas, um dos poucos músicos na época que tinha um sintetizador, é o autor da trilha, de duas notas, que ficou para sempre.

Não se tem noticias de ação semelhante em outros países. O plim plim é nosso!

M.A.Z. /22-04-2013

museudatv

museudatv

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
BRAVI
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Fórum SBTVD
Grupo Observatório
Gugu Vive
IBEPEC
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
TudoRádio
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais