Museu da TV, Rádio & Cinema

Era tudo bossa nova!



O sucesso do movimento musical da bossa nova, que durou de 1958 e 1966 segundo os historiadores, deu origem a inúmeras apropriações do nome em filmes, shows, gastronomia, moda e claro no rádio e na tv. E para os canais 9 de São Paulo (Excelsior) e Rio (Continental) as associações eram imediatas.

O grande show de inauguração da Excelsior, em 9 de julho de 1960, chamou-se “Bossa Nove”. O programa foi orquestrado pelo produtor musical Abelardo Figueiredo e transmitido direto do Teatro Paulo Eiró, locado para o evento.

No Rio, o jornal A Noite do dia 10 de dezembro de 1962 trazia um anúncio da TV Continental, promovendo o programa “Humor em Bossa 9 ” que reunia Tutuca, Alegria, Gordurinha, Suely May (que o público atual conheceu como a “Terta”) e Jannete Jane, no seu elenco principal. Ia ao ar nas noites de terça, às 21h00.

São dois exemplos. Há outros programas que tiveram “bossa nova” na receita.

Na imagem maior, acima, Tutuca em 1982 na versão da Globo para o “Balança Mas Não Cai”. Abaixo:  ele em outra época, Jannete Jane e Gordurinha.

 

M.A.Z./ 27-06-2021

Marcos Zago

Marcos Zago

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
Gugu Vive
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais