Museu da TV, Rádio & Cinema

César de Alencar no horário nobre dos domingos, em 1960, na TV Record



Ele é dono de um dos maiores recordes do rádio brasileiro. O “Programa César de Alencar” foi exibido diariamente por 30 anos pela Rádio Nacional. Um dos maiores nomes do rádio brasileiro de todas os tempos, Ermelindo César de Alencar Matos, ou simplesmente César de Alencar (1917 – 1990), nasceu em Fortaleza, capital do Ceará, mas foi no Rio de Janeiro, a partir de 1940, que conquistou prestígio nacional.

César de Alencar levou o seu programa para a televisão, antes através da TV Tupi e, posteriormente, pela TV Rio, ainda na década de 1950. No início dos anos 1960, na TV Record, o “Programa César de Alencar” ganhou o horário nobre dos domingos, em que era apresentado das 18h às 21h.

A ideia da TV Record era que César de Alencar, que também fez carreira como ator e compositor, repetisse o sucesso que tinha conquistado no rádio, mas parece que a telinha e o apresentador não conseguiram a mesma sintonia.

Com quadros como “Peça Bis pelo Telefone”, que ele apresentava também no rádio com muito sucesso; “Show do Vasco” e “Sua Missão Vale Um Milhão“, César de Alencar reunia no palco da TV Record do Rio de Janeiro, em 1964/1965, grandes nomes da música de então e gincanas em prol de entidades e associações beneficentes.

Os maiores nomes da nossa música faziam questão de participar do programa de César na TV Record, justamente pela repercussão que essas mesmas apresentações tinham nos seus programas de auditório pela Rádio Nacional. Por essa razão, mesmo que a audiência do programa não fosse tudo aquilo que a emissora e o apresentador esperavam, o horário dos domingos reunia no palco sempre um grupo de grandes cantores e cantoras populares.

O Golpe Militar de 1964 também afetou a carreira televisiva e radiofônica de César de Alencar. Ele foi acusado por muitos colegas de rádio de denunciá-los como comunistas para os órgãos militares e, a partir daí, esse desgaste o tirou dos microfones e do vídeo, e ele foi trabalhar na superintendência da Radiobrás.

César de Alencar, talvez o primeiro rei das noites de domingo na tv, morreu em 1990, vítima um enfisema pulmonar, aos 72 anos.

Rodolfo Bonventti

Rodolfo Bonventti

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
BRAVI
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Fórum SBTVD
Grupo Observatório
Gugu Vive
IBEPEC
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
TudoRádio
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais