PRÓ-TV

Uma emissora para a cidade

O Canal 21 nasceu para colocar São Paulo no ar

No dia 21 de outubro de 1996 entrou no ar em São Paulo o Canal 21, com uma programação direcionada para a capital paulista. O novo canal do grupo Bandeirantes foi projetado como uma tv urbana, com notícias ao vivo, linguagem rápida, radiofônica, prestação de serviços e entretenimento. Com um visual moderno, arrojado, diferente do padrão das emissoras naquele momento.

A primeira imagem exibida pelo 21 mostrou um bombeiro escalando a torre da própria televisão, na Rua Minas Gerais – final da Paulista. Ele mesmo narrava o percurso através de um micro headphone. Na mão, levava uma faixa com logotipo oval do Canal 21, em vermelho e branco. Ao chegar no topo a faixa foi aberta. Estava inaugurado o novo canal.

A programação no inicio tinha o “Trânsito Livre”, das 6 as 8 da manhã, com Roberto Scaringella e Fernanda Ortiz, o “Jornal Meio-Dia”, com José Nello Marques e Silvânia Alves, com câmeras do trânsito, uma inovação na época, Tinha o “Jogo Aberto”, programa de esportes, com Ricardo Capriotti. O nome foi usado mais tarde pela Band.

No inicio da tarde tinha o “Top Teen”, um programa de clipes musicais. Às seis entrava o “Jornal São Paulo”, com Marco Antonio Sabino e Luciana Bonafé.

A noite tinha o “Jornal Dez”, apresentado por Eduardo Castro. E o “Circular”, com Maria Cristina Poli entrevistando seus convidados num ônibus, que rodava pela cidade.

O restante da programação era recheada por filmes e séries retro, muito bem recebidas pelo público.

No alto da tela havia permanentemente a temperatura e a hora certa na cidade. Um serviço que atraía muitos telespectadores.

Ao longo dos anos o canal cresceu, ampliou sua cobertura, alterou sua programação, abrigou muitos programas independentes e se apresentou como Rede 21. Fez um acordo com a Gamecorp e por um tempo foi Play TV. Quando o acordo com a produtora foi desfeito voltou a ser Rede 21, com uma programação própria, mas por pouco tempo. O momento econômico não era viável para investimentos em produção. Um mês depois passou a transmitir programação religiosa, que não precisa de recursos do mercado publicitário para a sua realização.

 

Na imagem a torre do grupo Bandeirantes iluminada para uma das campanhas sociais divulgadas pelas emissoras.

M.A.Z. / 18-03-2016

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais