PRÓ-TV

Um ícone dos bastidores

Ele trabalhava muito e gostava do que fazia

Nos bastidores da televisão algumas pessoas, pelas mais diversas razões, acabam se destacando da multidão de técnicos, operadores, assistentes, encarregados, auxiliares, coordenadores, que a atividade obrigatoriamente necessita, para que os astros e estrelas possam brilhar. E a plateia se divertir. Durante muitos anos uma dessas pessoas foi o Antônio Pedro de Souza e Silva, que nasceu no dia 7 de julho de 1931, em Santa Catarina e nos deixou em 28 de janeiro de 2017.  Conhecido como Russo ele foi contrarregra e assistente de palco da Rede Globo, com presença marcante nas gravações do Cassino do Chacrinha.

Sua vida é de personagem de novela: diziam seus amigos que aos 7 anos ele bebia vinagre puro só para ganhar apostas e com o arrecadado ajudar sua família de 12 pessoas. Isso nunca foi confirmado nem desmentido. Virou lenda. No inicio da adolescência foi trabalhar na radio Tupi, onde auxiliava o pessoal encarregado dos microfones, E à noite era trapezista. Quando tinha 14 anos, perdeu todos os dentes ao cair de cara na borda do picadeiro. Em 1965, foi convidado por Abelardo Barbosa, o Chacrinha a trabalhar como animador de plateia. E nessa vida ele seguiu até 1990.

Depois do Chacrinha, vieram outros auditórios como do Faustão e  da Xuxa. Apesar da aposentadoria seguiu trabalhando nos programas, “TV Xuxa”, “Estrelas” e “Caldeirão do Huck”.

Em 27 de setembro de 2011 Russo foi internado e em 3 de outubro operado, recebendo cinco pontes de safena. Mas afastado do trabalho por conta da sua incapacidade física ele entrou em depressão. A situação foi polêmica. Ele não aceitava seu afastamento da Globo. Mesmo sem contrato, Russo continuou recebendo apoio da emissora, principalmente na fase em que estava isolado e desanimado. “Eles foram um pouco generosos, e até ofereceram psicólogo, mas o Russo não quis“, disse na época Adriana Mello, esposa do contrarregra.

Russo morreu no dia 28 de janeiro de 2017. E deixou, independente de qualquer coisa, uma imagem de alegria, de vibração popular, bem coerente com o universo dos programas do Velho Guerreiro.

Da redação / 09-04-2017

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais