PRÓ-TV

Silvio Santos dominava tanto a telinha da Globo como a da Tupi



No início dos anos 1970, o apresentador e animador de programas de auditório, Silvio Santos, já era uma figura ímpar na televisão brasileira e conseguia a proeza de aparecer em dois canais diferentes na mesma semana.

Silvio manteve seu programa dominical na TV Globo durante boa parte dos anos 1970. O “Programa Silvio Santos” era imbatível aos domingos no horário das 11h30 às 18h30 e conseguiu durante dois anos chegar a vencer no Ibope o programa “Jovem Guarda” da TV Record, comandado por Roberto Carlos, por várias semanas.

Alguns quadros como o “Cidade Contra Cidade” eram recordistas de audiência do programa dominical, com índices que chegavam a 40%. E, ao mesmo tempo que reinava absoluto aos domingos na emissora carioca, onde começou a apresentar o programa em 1969, Silvio também podia ser visto semanalmente na TV Tupi às quintas-feiras, no horário das 20h, comandado o “Sua Majestade, o Ibope”.

No programa da emissora paulista, Silvio Santos recebia vários representantes de diferentes classes sociais para julgarem uma atração que ele apresentava naquele dia. Com duas horas de duração, Silvio envolvia o público com novas atrações e com o seu corpo diferenciado de “críticos”.

Foi nessa época, aproveitando o sucesso e o carisma que sempre possuiu, que o apresentador fez brotar o empresário que estava “adormecido” desde que comprara o Baú da Felicidade de Manoel de Nóbrega. No início da década de 70, Silvio tentou, pela primeira vez, conseguir a concessão de um canal de televisão.

Com o fechamento do canal 9, a TV Excelsior de São Paulo, pela ditadura militar, Silvio Santos se candidatou a ficar com a concessão do mesmo, que também incluiria a TV Continental do Rio de Janeiro. Ele garantiu ao governo que conseguiria sustentar a nova emissora apenas com a publicidade das suas empresas, entenda-se aqui o Baú da Felicidade e algumas concessionárias de carro. Ele recebeu o primeiro não, mas não desistiu da nova empreitada, e só viria a conquistar o seu canal alguns anos depois, no final dos anos 1970, criando primeiro a TV S e depois o SBT.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais