PRÓ-TV

Rosamaria Murtinho está na TV desde 1957



A paraense Rosa Maria Pereira Murtinho, ou simplesmente Rosamaria Murtinho, é uma das pioneiras da televisão brasileira, tendo iniciado a sua carreira na TV em 1957, participando do “Grande Teatro Tupi” na adaptação de”Uma Rua Chamada Pecado”.

Aos 83 anos de idade, em uma carreira com quase 60 participações e novelas, minisséries e seriados, Rosamaria é um dos grandes mitos da nossa TV e uma atriz premiada por vários trabalhos importantes em uma carreira que deslanchou após ser convidada para viver Maria Aparecida, a principal personagem feminina da novela “A Moça que veio de Longe”, um grande sucesso em 1964 na TV Excelsior.

Ela conheceu o marido, o ator Mauro Mendonça, com quem é casada há quase 60 anos, no teatro paulista, participando das montagens de “O Canto da Cotovia” e “A Rosa Tatuada”. Trabalhou na TV Tupi, na TV Excelsior, na TV Globo, na Rede Manchete e no SBT.

Fez papéis memoráveis em novelas como “Sangue do Meu Sangue”; “A Muralha”; “O Primeiro Amor”; “Carinhoso”; “Pecado Capital”; “Pai Herói”; “Vereda Tropical”; “Kananga do Japão”; “Pantanal”; “A Próxima Vítima”; “Vila Madalena”; “Chocolate com Pimenta” e “Sete Pecados”.

Foi presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão (Sated-RJ), e foi homenageada, juntamente com o marido, ganhando o Troféu Mário Lago, em dezembro de 2016. 

Nossa homenagem a grande atriz que continua em atividade no teatro e na TV, onde çpode ser vista como a Rainha Crisélia, governante do reino de Montemor, na novela “Deus Salve o Rei”, no ano passado.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais