PRÓ-TV

Pública, cultural, educativa



No Brasil a tv nasceu comercial e com isso a modalidade de televisão pública, cultural, educativa, demorou a surgir.

Existem vários modelos de televisão pública no mundo, como a inglesa BBC, a americana PBS e a japonesa NHK. Apesar das muitas diferenças entre elas todas são financiadas com o dinheiro do contribuinte, como pessoa física ou jurídica. Aqui, apenas a TV Cultura de São Paulo se aproxima desse modelo

A nossa TV nasceu em 1950, como uma entidade comercial. Só 17 anos depois entrou no ar, em Pernambuco, a primeira emissora educativa, não comercial. A ideia para a criação da TV Universitária, a TVU, vinculada à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), surgiu do pioneirismo do professor Manoel Caetano Queiroz de Andrade, catedrático de Engenharia e de Desenho Geométrico do curso de Arquitetura, que se empolgou com o uso da tv para ensinar.

Entre 1967 e 1974, surgiram outras 9 emissoras educativas, de origens e vinculações das mais diversas. E a partir dai o crescimento de canais educativos, culturais não parou. E nessa realidade há bons e maus resultados. A Pró-TV torce pelo primeiro grupo, claro. E sabemos que o público também.

M.A.Z. / 23-03-2017

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais