PRÓ-TV

O teatro perde o talento do diretor Yacov Hillel



Morreu no último dia 2 de junho, em São Paulo, o diretor de teatro e iluminador Iacov Hillel, aos 71 anos de idade, vitimado por um câncer no fígado.

Radicado no Brasil desde 1955, Iacov Hillel nasceu em Haifa, Israel, e estudou no Brasil com nomes expressivos do nosso teatro como Eugênio Kusnet  e Augusto Boal.

Começou como ator em obras clássicas como “Morte e Vida Severina” e “Hamlet”, ambas no final dos anos 1960.

Como diretor estreou em 1971 com “Assunta do 21”, e dirigiu espetáculos importantes como “Vem Buscar-me que ainda sou Teu”; “O Casamento do Pequeno Burguês”; “Angels in America”; “A Aurora da Minha Vida” e “Ópera do Malandro”.

Em 1982, pelo conjunto de sua obra, recebeu o Prêmio Molière, então a honraria máxima do teatro nacional. E como iluminador trabalhou em muitas peças do Grupo Galpão e com companhias de dança e ópera de São Paulo.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais