PRÓ-TV

O novo cenário do JN

Jornalismo da Globo inaugura novos estúdios

Na edição de 19 de janeiro, o Jornal Nacional foi mostrando sua nova casa e o telespectador foi conhecendo, aos pouquinhos, as novas instalações.

São tantos monitores, tantas luzes, tanta inovação que, no primeiro momento, a tecnologia parece a estrela principal. “Mas a nova redação do jornalismo da Globo foi feita pensando em gente. Tudo a serviço da informação. Um espaço maior para unir, aproximar, integrar”, conforme a Globo.

São 1.370 metros quadrados, o dobro do espaço anterior, 189 postos de trabalho, juntando os olhares, o talento e a experiência dos profissionais da Globo, da GloboNews, e do G1, o portal de notícias na internet.

A notícia começa a nascer na sala de apuração. Nas telas, imagens do mundo inteiro, de canais internacionais e das equipes que estão na rua, prontas para entrar ao vivo.

O cenário do Jornal Nacional está no centro desse novo espaço. As câmeras robóticas têm os braços giratórios operados por controle remoto.

As ilustrações do Jornal Nacional agora têm três dimensões. E isso é possível porque o novo cenário é formado por duas camadas de imagens. Primeiro um vidro de 15 metros em curva, que varia do fosco para o transparente. E, ao fundo, um telão gigante o de três metros de altura por 16 de largura. Uma janela para o mundo.

O processo é mais ágil do início ao fim, com as 18 novas ilhas de edição e as novas cabines de locução.

No teto, uma área verde que a ajuda a controlar a temperatura do prédio, diminuindo o consumo de energia.

No dia 19, a nova redação viveu o clima de estreia de um grande cenário.

O diretor-geral da TV Globo, Carlos Henrique Schroder, disse que o objetivo de tudo isso, é quem assiste a emissora.

“E isso é tão importante porque ajuda a mudar a vida do brasileiro. Ajuda a trazer mais de perto esse bem maior que é a informação. E, ao olhar para o futuro, a gente vê que o jornalismo de qualidade é o que permanecerá. E eu tenho certeza que juntos estamos construindo muito bem, com muita solidez esse caminho para o futuro”, disse Schroder.

O presidente do Grupo Globo, Roberto Irineu Marinho, deu as boas-vindas a todos.

“Hoje é um dia para comemorar. Mais uma vez colocamos de pé um sonho, representado por essas fantásticas instalações que são fruto do esforço e da criatividade de tantas pessoas. Este é um momento adequado para refletir com vocês sobre o que isso representa para todos nós e reafirmar nossos compromissos com o jornalismo, com a continuidade dos nossos negócios e com o Brasil. Nosso primeiro compromisso é com o jornalismo e é significativo que, no auge de um período crítico da vida nacional, estejamos inaugurando um moderno estúdio de jornalismo na Globo. Este investimento feito na quadra pela qual estamos passando significa reafirmar nossa paixão pelo jornalismo e o compromisso com nossos princípios editoriais. O Grupo Globo faz 92 anos este ano. A partir do meu avô, Irineu Marinho, fundador do jornal ‘O Globo’ em 1925, estamos na terceira geração a conduzir as nossas empresas. Nosso trabalho principal é cuidar da saúde do grupo de empresas e do exercício de sua missão e princípios, para entregá-lo saudável à próxima geração que continuará a mesma tarefa. Somos e queremos continuar sendo uma empresa familiar, que olha para o longo prazo e – como diz um dos nossos valores – investe hoje para construir o futuro onde queremos viver. A preservação e a continuidade de nosso grupo de empresas é, portanto, o nosso segundo compromisso. Geramos 19 mil empregos diretos e 15.800 indiretos em prestadoras de serviços e pagamos R$ 14,5 bilhões em impostos nos últimos cinco anos. Fazemos tudo isso com muito orgulho, pois assim fomos construídos pelos que nos antecederam. E nem saberíamos ser diferentes. Estamos totalmente comprometidos com a sociedade brasileira. Só com uma empresa que permanece e se sustenta conseguimos produzir jornalismo independente. Só com a busca incessante da verdade – essência do jornalismo – se pode compreender nossas mazelas e identificar caminhos. E só uma sociedade que se reconhece e se valoriza constrói um caminho sólido para um futuro melhor. Parabéns a todos. Muito obrigado”.

Fonte: Divulgação Globo / G1

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais