Museu da TV, Rádio & Cinema
“A Padroeira”, que ele não terminou, com Deborah Secco e Luigi Baricelli

O menino prodígio foi longe



Famoso, respeitado, admirado e algumas vezes temido, Walter Avancini nos deixou num dia 26 de setembro, como hoje, em 2001, aos 66 anos. Dirigindo novelas, teleteatros, minisséries. Produzindo toda sorte de programas. Escrevendo ou supervisionando textos. Dirigindo emissoras e áreas, ele era rígido, perfeccionista e ousado. Esteve em todas as emissoras. Só como exemplo: dirigiu “As Minas de Prata” na Excelsior, “A Última Testemunha” na Record, “Beto Rockfeller” na Tupi, “Era Preciso Voltar” na Bandeirantes, “Gabriela” na Globo”, “Brasileiros e Brasileiras” no SBT e “Xica da Silva” na Manchete.

Mas ele teve também uma longa carreira como ator. Começou, como um menino prodígio, no “Clube do Papai Noel” na rádio Tupi SP, aos 8 anos. Depois foi ator mirim na rádio Bandeirantes e quando a tv chegou ele estava no ar no primeiro dia, integrando o elenco do quadro de humor “Escolinha do Ciccilo” no show inaugural da Tupi. E seguiu depois como galã juvenil. Na TV Paulista canal 5, hoje Globo SP, fez novelas não diárias e inúmeras peças. Como a encenação ao vivo de “Ensaiando Romeu e Julieta”, onde foi Romeu e Janete Gayer a Julieta. O texto era de Eny Autran, baseado no clássico de Shakespeare. A foto, abaixo, é da revista “Radiolândia”, de 1956.

Quando o videotape chegou, e mudou a forma de fazer tv, Avancini estava na Excelsior e lá começou uma sólida sequência de trabalhos como diretor em teledramaturgia.

2001 A Padroeira Globo
2000 O Cravo e a Rosa Globo
1998 Brida Manchete
1997 Mandacaru Manchete
1996 Xica da Silva Manchete
1995 Tocaia Grande Manchete
1993 A Banqueira do Povo RTP
1990 Brasileiras e Brasileiros SBT
1989 República Globo
1988 Abolição Globo
1988 Chapadão do bugre Globo
1986 Memórias de Um Gigolô Globo
1986 Selva de Pedra Globo
1985 Grande sertão: veredas Globo
1984 Rabo-de-saia Globo
1984 Anarquistas, Graças a Deus Globo
1983 Fernando da Gata Globo
1983 Moinhos de Vento Globo
1982 Avenida Paulista Globo
1981 Obrigado Doutor Globo
1981 Rosa Baiana Bandeirantes
1980 Dulcinéa vai à guerra Bandeirantes
1980 Um Homem Muito Especial Bandeirantes
1980 Cavalo Amarelo Bandeirantes
1980 A Deusa Vencida Bandeirantes
1980 Drácula, uma História de Amor Tupi
1978 Sinal de Alerta Globo
1978 Kika e Xuxu Globo
1978 O Pulo do Gato Globo
1977 Nina Globo
1976 Saramandaia Globo
1975 O Grito Globo
1975 Gabriela Globo
1974 O Rebu Globo
1974 Fogo sobre Terra Globo
1973 O Semideus Globo
1973 Cavalo de Aço Globo
1972 Selva de Pedra Globo
1972 Na Idade do Lobo Tupi
1971 Hospital Tupi
1970 Simplesmente Maria Tupi
1970 As Bruxas Tupi
1969 Super Plá Tupi
1969 João Juca Jr. Tupi
1969 Beto Rockfeller Tupi
1969 Era Preciso Voltar Bandeirantes
1968 A Última Testemunha Record
1968 O Terceiro Pecado Excelsior
1967 Os Fantoches Excelsior
1967 O Grande Segredo Excelsior
1966 As Minas de Prata Excelsior
1966 Anjo Marcado Excelsior
1966 Almas de Pedra Excelsior
1965 A Grande Viagem Excelsior
1965 A Deusa Vencida Excelsior
1965 Vidas cruzadas Excelsior
1965 A Indomável Excelsior
1964 Melodia Fatal Excelsior
Ele nos seus últimos anos
Cena de “Ensaiando Romeu e Julieta” que estrelou como ator
Cena de “As Minas de Prata”, com Fúlvio Stefanini e Regina Duarte, que ele dirigiu na Excelsior

#walteravancini #tvpaulista #romeuejulieta # #shakespeare #museudatv #museudatvradioecinema

 

M.A.Z./ 26-09-2021

Marcos Zago

Marcos Zago

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABERT
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
Gugu Vive
Kantar Ibope Media
O Fuxico
Radioficina
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
Vela – Escola de Comunicação
 

Siga-nos nas Redes Sociais