PRÓ-TV

Nathalia Timberg, uma carreira televisiva de mais de 60 anos



Aos 89 anos de idade ela continua brilhando na TV e participa da sua novela de número 60, “A Dona do Pedaço”, na TV Globo. Na televisão desde 1956, Nathalia Timberg, filha de pai polonês e mãe belga, é uma das mais premiadas atrizes brasileiras no teatro e na televisão.

Formou-se no final dos anos 1940 pela Escola de Belas Artes da antiga Universidade do Brasil, que depois viria se transformar na Universidade Federal do Rio de Janeiro. A primeira experiência profissional como atriz foi em 1948 no Teatro Universitário que nasceu na Escola Nacional de Música, no Rio de Janeiro.

Nessa época, por sua na peça “A Dama da Madrugada”, ganhou como prêmio do governo francês,  uma bolsa de estudos para fazer arte dramática em Paris. Ficou três anos estudando na França e retornou ao Brasil em 1954 e foi trabalhar na Companhia Dramática Nacional e depois no Teatro Brasileiro de Comédia.

Na televisão estreou em 1956 no “Grande Teatro Tupi”, em São Paulo e depois fez vários teleteatros também pela TV Rio. O primeiro grande sucesso na televisão veio na novela “O Direito de Nascer” em que viveu a principal personagem feminina, a sofredora Maria Helena de Juncal.

O primeiro Prêmio Moliére de teatro chegou no mesmo ano pro seu trabalho no espetáculo “Meu Querido Mentiroso”, peça com a qual ganhou o prêmio novamente em 1988 em uma outra montagem.

Trabalhou praticamente todas as grandes emissoras de TV e fez trabalhos memoráveis em novelas e minisséries como  “A Ré Misteriosa”,  “A Rainha Louca”; “O Terceiro Pecado”; “A Muralha”; ” As Bruxas”; “Divinas e Maravilhosas”; “A Sucessora”; “Maria Stuart”; “Elas por Elas”; “Santa Marta Fabril”; “Pantanal”; “TiTiTi”; “Novo Amor”; “Vale Tudo”; “Dono do Mundo”, “De Corpo e Alma”; “Éramos Seis”; “Zazá”; “Força de um Desejo”; “Porto dos Milagres”; “Celebridade”; “Páginas da Vida”; “Insensato Coração”; “Amor à Vida”; “Babilônia” e “O Outro Lado do Paraiso”.

Agora a grande estrela está de volta em “A Dona do Pedaço” como Gladys, uma senhora da alta sociedade.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais