PRÓ-TV

A morte da deusa negra da TV, Ruth de Souza



Morreu no domingo, 28 de julho, aos 98 anos de idade e mais de 70 anos de carreira, a atriz Ruth de Souza, considerada a deusa negra da nossa TV e do nosso cinema.

Ruth de Souza estava internada no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Copa D’Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, com um quadro de pneumonia.

Carioca do bairro de Engenho de Dentro, Ruth de Souza foi a primeira atriz negra a se apresentar no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e também a primeira a desempenhar bons papéis nas novelas brasileiras, onde ela  estreou em 1965, na obra de Ivani Ribeiro para a extinta TV Excelsior, canal 9, “A Deusa Vencida”

Na TV Globo, em 1969, teve o principal papel feminino ao lado de Sérgio Cardoso na novela “A Cabana do País Tomás”. Também se destacou em “O Bem Amado”; “Mandala”; “Cambalacho”; “Rainha da Sucata”; “O Clone” e “Sinhá Moça”, todas na TV Globo.

No cinema ela se destacou no filme “Sinhá Moça” de 1954 e fez sucesso no Festival de Cannes com a fita. Também atuou com destaque em “O Assalto ao Trem Pagador” e em “As Filhas do Vento”.

Ela foi enredo da escola de samba Santa Cruz e era uma das atrizes mais queridas do meio artístico nacional.

Rodolfo Bonventti

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais