PRÓ-TV

Jornalista Leila Richers morre aos 65 anos, de câncer



A jornalista Leila Richers morreu no último dia 10 de dezembro, aos 65 anos, após uma luta contra o câncer que tinha pouco mais de um ano.

Formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), foi repórter e editora nas revistas Desfile e Manchete, e depois se tornou a principal apresentadora de telejornais e programas jornalísticos da TV Manchete
Apresentou o Jornal Panorama e o Jornal da Manchete Segunda Edição na TV Manchete, e ficou na emissora de 1987 a 1993,  e depois o “CNT Jornal” na Rede de TV CNT, onde foi também a editora do telejornal.

Também trabalhou na MultiRio, onde foi roteirista e apresentadora do programa Cidade e Educação e editora do programa Encontros Culturais. Na TV Educativa do Rio, a TVE, Leila apresentou os programas Qualificação Profissional e Um Salto Para o Futuro, além do telejornal Edição Nacional.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais