PRÓ-TV

Grande produção para uma historia milenar

Profissionais brasileiros com novas metas

O sucesso das novelas “Os Dez Mandamentos” e “A Terra Prometida” animou a Record que lançou “O Rico e Lázaro” com um generoso orçamento para a sua realização. Para o público isso assegura uma atração de mais qualidade e para os profissionais uma chance de trabalhar com metas ainda mais desafiadoras. Autores, atores, produtores, cenógrafos, figurinistas, cabeleireiros, maquiadores, iluminadores, enfim todos que integram a equipe de uma novela estão sempre em busca do melhor. E isso, na maioria das vezes, exige bons orçamentos. As novelas bíblicas da Record estão seguindo essa máxima e com o resultado estão fazendo sucesso também no exterior. A qualidade é internacional.

A Record trabalha com a previsão de 150 capítulos com custo de R$ 800 mil cada um, somando um custo final de R$ 120 milhões para “O Rico e Lázaro”.

A novela é inspirada na parábola bíblica, contada por Jesus aos seus discípulos. A historia central mostra a grande amizade de Zac (Igor Rickli) e Asher (Dudu Azevedo) abalada pelo amor que ambos sentem pela companheira de infância, a bela Joana (Milena Toscano). Um é rico. O outro pobre.

No elenco estão ainda Vera Zimermann, Sthefany Brito, Kayke Brito, Henri Pagnoncelli, Claudia Mauro, Zé Carlos Machado, Renato Rabello, Anderson Muller, Heitor Martinez, Adriana Garambone, Christine Fernandes, Fernando Pavão, Augusto Garcia, Lucinha Lins, Angelo Paes Leme, Felipe Cardoso, Paulo Figueiredo, Gustavo Leão, Roger Gobeth, Fernando Sampaio, Pérola Faria, Gabriel Gracindo, Mariza Marchetti, Graziela Schmitt, Robertha Portela, Denise Del Vecchio, Raphael Montagner, André Luiz Miranda, Saulo Meneghetti, Saulo Rodrigues, Gabriela Moreyra, Cássio Scapin, Jorge Pontual, entre outros.

Confira a parábola, que inspira a novela:

“Havia um homem rico que se vestia de púrpura e de linho fino e vivia no luxo todos os dias. Diante do seu portão fora deixado um mendigo chamado Lázaro, coberto de chagas; este ansiava comer o que caía da mesa do rico. Até os cães vinham lamber suas feridas. “Chegou o dia em que o mendigo morreu, e os anjos o levaram para junto de Abraão. O rico também morreu e foi sepultado. No Hades, onde estava sendo atormentado, ele olhou para cima e viu Abraão de longe, com Lázaro ao seu lado. Então, chamou-o: ‘Pai Abraão, tem misericórdia de mim e manda que Lázaro molhe a ponta do dedo na água e refresque a minha língua, porque estou sofrendo muito neste fogo’. “Mas Abraão respondeu: ‘Filho, lembre-se de que durante a sua vida você recebeu coisas boas, enquanto que Lázaro recebeu coisas más. Agora, porém, ele está sendo consolado aqui e você está em sofrimento. E além disso, entre vocês e nós há um grande abismo, de forma que os que desejam passar do nosso lado para o seu, ou do seu lado para o nosso, não conseguem’. “Ele respondeu: ‘Então eu te suplico, pai: manda Lázaro ir à casa de meu pai, pois tenho cinco irmãos. Deixa que ele os avise, a fim de que eles não venham também para este lugar de tormento’. “Abraão respondeu: ‘Eles têm Moisés e os Profetas; que os ouçam’. Lucas 16:19-29

M.A.Z./ 22-04-2017

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais