PRÓ-TV

Globo promove seu 3º Hackathon

De olho no futuro da produção e distribuição de conteúdo

O conhecido cenário do “Big Brother Brasil” recebe neste sábado(13) novos hóspedes, os 52 competidores da terceira edição do Hackathon Globo, a maratona que reúne até o fim de domingo geeks de várias especialidades.

Divididos em 13 grupos de quatro membros, os participantes terão 33 horas para desenvolver uma ideia nova que possa ser aplicada em produção e distribuição de conteúdo para as áreas de jornalismo, esporte e entretenimento.

Haverá uma feira tecnológica, onde os participantes poderão escolher recursos para os seus projetos, como câmeras, microfones, impressora 3D, óculos de realidade virtual, sensores, placas eletrônicas, entre outros.

Neste ano a Globo recebeu 2.160 inscrições, um recorde das três edições. Foram selecionados representantes de 11 estados e do DF. São Paulo e Rio de Janeiro contam com um número maior de participantes. Competidores de 2015 e 2016 atuarão como mentores.

A apresentadora Fernanda Gentil será a mestre de cerimônias do evento. As apresentações dos projetos serão feitas a uma banca de seis pessoas, que avaliará a aplicabilidade, inovação, criatividade e usabilidade dos projetos. Para os melhores tem prêmios: viagem ao Vale do Silício, na Califórnia, ingressos para shows de rock e vouchers de hospedagem na nuvem. Os vencedores serão conhecidos no domingo à noite.


Fernanda Gentil vai comandar a premiação

Criado no fim dos anos 90 o objetivo principal de um Hackathon é testar ideias. A palavra, que entrou na moda, é a junção dos termos ingleses Hack e Marathon. Hacker é como o mundo chama quem se dedica, com intensidade incomum, a conhecer e entender profundamente sistemas, dispositivos, programas e redes de computadores. E maratona é uma corrida de longa distância que exige muita energia. Logo…

Para saber mais visite o site oficial http://hackathonglobo.com/

 

Na imagem acima um momento da edição 2016.

Em 12-05-2017 / M.A.Z.

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais