PRÓ-TV

Fulvio Stefanini e uma carreira de mais de 60 anos



Filho de italianos, o ator Fulvio Stefanini, aos 79 anos de idade, é um dos mais atuantes da televisão brasileira, com uma carreira vitoriosa que começou em 1956, há mais de 60 anos, portanto, nos teleteatros da TV Tupi.

Alto, loiro e bonito, Fulvio Stefanini logo chamou atenção quando participou de espetáculos no Teatro Escola de São Paulo e depois no “Teatro da Juventude” e no “Sitio do Pica-Pau Amarelo” que eram apresentados na TV Tupi.

O sucesso chegou quando assinou um contrato com a TV Excelsior, em 1964, para fazer as novelas “A Outra Face de Anita”, “Melodia Fatal” e “A Indomável”. Em “As Minas de Prata” fez par romântico com Regina Duarte e depois foi para a TV Record onde se transformou em galã da emissora, participando de “A Última Testemunha”; “Algemas de Ouro”; “As Pupilas do Senhor Reitor” e “Os Deuses Estão Mortos”.

A estréia na TV Globo foi em 1973 na novela “Carinhoso” de Lauro César Muniz e em seguida fez “Fogo Sobre Terra” e “Gabriela”, onde fez brilhantemente o personagem Tonico Bastos. Voltou para a TV Tupi onde esteve na novela “Roda de Fogo” e na TV Bandeirantes participou de cinco novelas, entre elas, “Cara a Cara”; “Cavalo Amarelo” e “Os Imigrantes”.

Passou também pelos teleromances da TV Cultura e fez duas novelas no SBT, “Brasileiras e Brasileiros” e “Razão de Viver”, até retornar para a TV Globo em 1999 e de lá não sair mais. Entre as várias novelas e minisséries que participou na emissora, destaque para “Porto dos Milagres”; “Chocolate com Pimenta”; “Alma Gêmea”; “Duas Caras”; “Caras e Bocas” e “Amor à Vida”.

No teatro ele se destacou em grande sucessos de bilheteria  como “As Feiticeiras de Salém”; “Quem tem medo de Virginia Woolf?”; “Meno Male”; “Caixa 2” e “O Pai”. Fulvio ganhou o Prêmio Shell de melhor ator em 1999, com “Caixa 2” e o prêmio APCA de melhor ator em televisão pelo personagem Osvaldo em “Alma Gêmea” em 2005. Voltou a ganhar o Prêmio Shell em 2010 com a peça “A Grande Volta”.

Ainda em plena atividade, Fulvio pode ser visto recentemente nos filmes “Nelson Ninguém” e “De Onde Eu Te Vejo” e no seriado “Pacto de Sangue” do canal GNT.

Nossa homenagem ao grande ator que tem mais de 60 anos de carreira.

 

Redação

A Pró-TV – Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira surgiu em 21 de agosto de 1995. Sua finalidade é preservar a memória da radiodifusão nacional e congregar toda classe que representa. Objetiva a criação do Museu do Rádio, da Televisão e das Novas Mídias (também chamado de “Museu da TV”).

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais