PRÓ-TV

3 de abril – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – 1ª pré-estréia: Frei José Mojica se apresentou em transmissão em circuito-fechado realizada à Rua 7 de Abril, sede dos Diários Associados. Monitores foram colocados no saguão e no Museu de Arte de São Paulo (MASP), que também era no mesmo prédio. O Museu, ainda hoje, se chama Museu Assis Chateaubriand.

– 25 de março – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – Desembarcaram no Porto de Santos os equipamentos de televisão da RCA, comprados por Chateaubriand. Funcionários e parte do *cast* das Emissoras Associadas de São Paulo acompanharam toda a viagem dos equipamentos do litoral até a “Cidade do Rádio”, no bairro paulistano do Sumaré, onde funcionavam as Emissoras de Rádio Associadas.

– 20 de julho – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – Novas transmissões em circuito-fechado foram realizadas. Foi apresentado o “Vídeo Educativo”. A abertura foi feita pelas irmãs Miriam Simone e Marly Bueno, num espetáculo dirigido por Carlos Thiré. Estavam presentes profissionais de diversas rádios, como Tupi, Difusora e Record. Arrelia (Waldemar Seyssel) também participou, tornando-se o primeiro palhaço da televisão brasileira. Foram utilizados equipamentos da General Eletric (GE), com apoio da E.R. Squibb & Sons do Brasil Incorporações. A antena transmissora foi instalada no Hospital das Clínicas e a receptora no Edifício Saldanha Marinho, na Rua Líbero Badaró. Todo o espetáculo aconteceu no auditório da Faculdade de Medicina de São Paulo.

– Agosto – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – Sob a coordenação do diretor técnico, o engenheiro Mário Aderighi e seus auxiliares Jorge Edo, o alemão Sr. Basta e Wilson Leite, foi montada a torre do canal 3 no alto do Edifício Altino Arantes, à Rua Líbero Badaró, sede do Banco do Estado de São Paulo. No último andar do edifício, foram colocados os transmissores e as parábolas da PRF-3 TV, que interligavam o Sumaré à torre, para depois redistribuir o sinal para toda a cidade. Nelson de Mattos, auxiliar de Jorge Edo, e outros colegas, todos de rádio, passaram a ser dirigidos pela direção técnica da TV Tupi.

– 10 de setembro – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – Houve a transmissão em sinal aberto de um filme onde Getúlio Vargas falou que iria concorrer novamente à presidência do Brasil.

– 18 de setembro – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – Inauguração da TV, canal 3*:

– Mestre de cerimônias: Homero Silva

– Presença, entre outros, de:
Lia de Aguiar, Maurício Loureiro Gama, Pagano Sobrinho, Paulo Leblon, Rayto Del Sol, Wilma Bentivegna, Sidney Moraes, Yara Lins, Lia de Aguiar, Mirian Simone, Walter Forster, Georges Henry, Walter Avancini, etc.

– Foi a quarta emissora de TV (e segunda comercial) do mundo, sendo, a primeira emissora brasileira.

– 19 de setembro – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – Nessa noite foi ao ar: “Imagens do Dia”: 1º telejornal brasileiro.

– 20 de setembro – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – “Rancho Alegre” – Criação e direção de Mazaroppi – 1º humorístico caipira

– 22 de setembro – Foram autorizadas concessões da TV Record (SP) e TV Jornal do Commércio (PE)

– 15 de outubro – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – Foi transmitido o jogo São Paulo x Palmeiras: 1º evento esportivo da televisão brasileira.

– 29 de novembro – PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – “A Vida Por Um Fio” : Foi apresentado o 1º teleteatro, com Lia de Aguiar. Única atriz. Espetáculo de 90 minutos. Todo de cor.

– PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – “Antarctica no Mundo dos Sons” – O Maestro
Georges Henry lançou um programa de muito sucesso, à frente da Grande Orquestra Tupi.

– PRF-3 TV Tupy Difusora (SP) – “Clube do Papai Noel”, apresentado por
Homero Silva e muitas crianças, entre as quais Sônia Maria Dorce, filha do Maestro Francisco Dorce.

– PRF-3 TV Tupy-Difusora (SP) – “Circo Bombril” – 1º programa circense, com
apresentação e direção de Walter Stuart. Eram convidados grupos circenses de todo o Brasil.

Pesquisa: Elmo Francfort

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais