PRÓ-TV


ZILDA MAYO


O nome civil de Zilda Mayo é Zilda Sedenho. Ela nasceu no interior de São Paulo, na cidade de Araraquara, em 2 de março de 1953. É atriz.Atua em televisão, mas principalmente no cinema brasileiro.

Em cinema:

A atriz fez inúmeros filmes. Quase 50 filmes longas metragens. Começou em 1976 e fez de um a quatro filmes por ano. Trabalhou bastante em o cinema no Brasil. Fez muitos filmes eróticos. Em 76 participou de: “Possuídas pelo Pecado”, “ Ninguém Segura Essas Mulheres” e Excitação”. Em 77: “ Presídio De Mulheres Violentadas”, “ Noite em Chamas”, “ Internato de Meninas Virgens” e Escola Penal de Meninas Violentadas”. Em 1979 entrou em cinco filmes: “ O Matador Sensual”, “ Liberdade Sexual”, “ A Dama do Sexo”, “A Ilha dos Prazeres Proibidos” “ O Caso Cláudia”.Em 1980, entrou em três filmes: “Tara das Cocotas na Ilha do Pecado”, “ Motel- Refúgio do Amor”, “ O Doador Sexual”,Em 1981, fez três participações:Foi em: “ As Safadas”, “Linfas Insaciáveis”, “ Casais Proibidos”, “ Como Afogar o Ganso”, “ O Filho da Prostituta”, “ As Meninas de Madame Laura” e “ Volúpia do Prazer”. Em 1982, fez mais seis: “ Bacanais na Ilha das Ninfetas”, “As Gatas- Mulheres de Aluguel”, “ Muitas Taras e Um Pesadelo”, “ Pecado Horizontal”, “ Perdida em Sodoma”, “ O Rei da Boca” e “ As Safadas”.. Em 1983, entrou em três filmes: “O Cafetão”,” O Escândalo na Sociedade”,” Juventude em Busca de Sexo”, “Tensão e Desejo” e “ Tudo na Cama”. Em 1984, fez mais quatro filmes: “ A Quinta Dimensão do Sexo”, “ Ivone, a Rainha do Pecado”, “ Paraíso da Sacanagem” e “ Transa Brutal”.Em 1985, fez dois filmes: “ O Império do Sexo Explícito”, “ As Mil e Uma Posições”. Em 1988, fez: “ Instrumento da Máfia”

Em televisão:

Em verdade, antes mesmo de sua carreira extensa em filmes eróticos, Zilda Mayo trabalhou em televisão, na década de 70, nos programas de Silvio Santos e Ronald Golias, no SBT. Mas as primeiras atuações e novelas e especiais, aconteceram em 1980 e 1990.

Em 1982, fez: “ Casa de Pensão”, na TV Cultura. Em 1991: “ Filhos do Sol”, na TV Manchete. Em 1996, fez: “ Irmã Catarina”, na CNT. E em 1997, fez: “ O Olho da Terra”, minissérie na TV Record.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais