PRÓ-TV


ZIEMBINSKY


Ziembinskytinha como nome completo: Zigbniew Marian Ziembinsky . Ele nasceu na Polônia, na cidade de Wislisczka, em 7 de março de 1908.

Começou a trabalhar em sua cidade natal e depois na Capital Varsovia, em 1928. Fazia filmes e peças de teatro. Fez: “Huragan”; “Uwiedziona”; “É Lucymara uma Garota?”; “A Rosa”; “Rena”; “Professor Wilzur”, e outros. Mas veio a época da guerra e tudo ficou muito difícil. Em 1943, Ziembinsky fez: “Samba em Berlim”. E resolveu vir para o Brasil. Aqui seu nome passou a ser grafado com Y no final. Era considerado um mestre. Fez vários filmes, alguns como ator, outros como diretor.

Em 1944 foi diretor de arte e editor do filme: “O Brasileiro João de Souza”. Em 1968 escreveu: “O Diabo mora no Sangue”. Já de 1945 em diante, fez os filmes: “Não adianta Chorar”; “Terra Violenta”; “Tico – Tico no Fubá”; “Apassionata”; “Veneno”; “É Proibido Beijar”; “Crônica da Cidade Amada”; “O Rei dos Ciganos”. Foi ator na TV Globo. Fez: “O Rei dos Cigarros”; “A Rainha Louca”; “Eu Compro Essa Mulher”. E na TV Bandeirantes: “Ricardinho: Sou Criança”; “Quero Viver”; “Intercalou com vários filmes, nessa época. Fez: “Capitu”; “João Juca Júnior”; “É Simonal”; “Brasil Ano 2000”; “O Descarte”; “O Capote”.

E na Rede Globo de Televisão fez: “Bandeira 2”; “O Bofe”; “O Semideus; “O Rebu”. Fez ainda os filmes: “O Caçador de Fantasmas”; “Volupia do Desejo”; “O Velho Gregório”. Fez ainda várias peças teatrais. Em verdade Ziembinsky não era apenas considerado gênio, conhecedor profundo da arte de representar, como também um mestre. E isso desde que chegou ao Brasil, logo após o fim da guerra.

Todos os que trabalhavam com ele o citaram como o símbolo da excelência. Ziembinsky faleceu no Rio de Janeiro em 18 de outubro de 1978.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais