PRÓ-TV


ZEZÉ MOTTA


Maria José Motta nasceu na cidadede Campos, estado do Rio de Janeiro, em 27 de junho de 1944. Sua família mudou-se para o Rio de Janeiro, capital,quando Zezé estava com dois anos de idade. Ela gostava de arte e procurou o curso: o Tablado, de teatro de Maria Clara Machado.Ela começou sua carreira como atriz em 1967, na peça “Roda-viva”, de Chico Buarque, que foi dirigida por José Celso Martinez Corrêa. Atuou, a seguir, em “Fígaro, Fígaro”, “Arena conta Zumbi”, “A Vida Escrachada de Joana Martine e Baby Stompanato”, em 1969, “Orfeu negro”, em 1972, e “Godspell”, em1971. Então ela percebeu que queria também cantar e Iniciou sua carreira de cantora em 1971, apresentando-seem São Paulo, nas boates Balacobaco e Telecoteco .

Apresentou-sedepois em um show no Museu de Arte Moderna, do Rio de Janeiro, numaprodução de Guilherme Araújo. Foi bem aceita como cantora, assim como tinhasido como atriz. Em 1975, gravou o LP “Gerson Conrad e Zezé Motta”.Em 78 lançou o LP “Zezé Motta” e em 79 e “Negritude.Em 80 lançou : “Dengo”, em 85: “Frágil Força”; e em 87;”Quarteto Negro”. Depois, a convite do Itamaraty, fez viagensinternacionais, representando o Brasil. Esteve em Hannover, Alemanha, emNova York, na França, Venezuela, México, Chile, Argentina, Angola e Portugal.

Em 2000, lançou o CD “Divina saudade”, interpretando o repertório de Elizeth Cardoso, com arranjos e produção musical de Roberto Menescal e Flávio Mendes. Realizou show pelo Brasil, entre 2000 e 2002.Em julho de 2002, apresentou o espetáculo no Canecão, no Rio de Janeiro . Entre seus maiores sucessos comocantora estão: “Dores de Amores” e “Magrelinha”, de Luiz Melodia, “Trocando em miúdos”,de Chico Buarque e Francis Hime, “Prazer Zezé” de Rita Lee e Roberto deCarvalho, “Crioula” de Moraes Moreira e “Senhora Liberdade”de Wilson Moreira e Nei Lopes.

Como atriz, participou de mais de 15 filmes, desde 1970. Destaque para “A Rainha Diaba”, “Vai TrabalharVagabundo”, “A Força de Xangô”, “Xica da Silva” . Esse filme a consagrou internacionalmente eela recebeu vários prêmios. Fez ainda: “Tudo Bem”, “Águia naCabeça”, “Quilombo”, “Jubiabá”, “Anjos da Noite”, “Sonhos de Menina-moça”, “Natal da Portela”, “Prisioneiro do Rio”, “Dias Melhores Virão”, “Tieta”, “Orfeu”, “Xuxa e os Duendes”, “Xuxa e o Tesouro da Cidade Perdida”, “Quanto Vale ou É Por Aquilo?” “Deserto Feliz”, “Xuxa em O Mistério de Feiruinha”, de 2009 e “Gonzaga – De Pai para Filho”, de 2012.

Em televisão, atuou em mais de vinte e cinco novelas, seriados e minisséries, desde “Beto Rockfeller”, na TV Tupi, em 1968. Fez também: “A Patota”, “Transas e Caretas”, “Corpo aCorpo”, “Pacto de Sangue”, “A Próxima Vítima” e “CorpoDourado” e nas minisséries “Memorial de Maria Moura” e “Chiquinha Gonzaga”, da Rede Globo. E as novelas “Kananga do Japão” e “Xica da Silva”, e na minissérie “Mãe-de-santo”, da Rede Manchete deTelevisão.

Nos últimos anos, passou pelas principais emissoras do Brasil. Em 2004, fez “Metamorphoses”, na Record. Em 2005, fez “Floribella”, na Band. Em 2006, “Sinhá Moça”, na TV Globo. Em 2007, na Record, “Luz do Sol”. Em 2008, de volta a Globo, fez “Malhação” e “Cinquentinha”, de 2009. E no ano de 2011, retornou a Record, para fazer “Rebelde”. Em 2013, fez também “José do Egito”.

Grande cantora e atriz, Zezé Mota também é apresentadora de programas, tendoatuado em váriasproduções da Rede Cultura de Televisão.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais