PRÓ-TV


ZÉ TRINDADE


O nome completo de Zé Trindade,famoso humorista brasileiro, é Milton da Silva Bittencourt. Ele nasceu em Salvador, capital da Bahia, em 18 de abril de 1915 e morreu em 2 de maio de 1990. Ele era ator, músico e poeta e atuou em rádio, teatro, cinema e televisão.

Zé Trindade poderia ter nascido rico, pois o pai era herdeiro de grande fortuna. Mas foi deserdado, quando se casou com a mãe do menino Milton, pois essa era pobre e não agradava aos pais dele. Com isso, a infância dos garotos foi pobre. Tanto que Zé Trindade, ou melhor, Milton, empregou-se como” boy”, aos onze anos, em um hotel de Salvador e lá começou a fazer amizades. Gostava de contar piadinhas, de rir,de ajudar. Conheceu então e se tornou amigo do famoso escritor baiano Jorge Amado e também de Dorival Caymi Todos se encantavam com ele..

Em 1935,entrou para a Rádio Sociedade da Bahia, para fazer o papel de um bêbado, no programa: ” Teatro Pelos Ares”. Em 1937, já resolvido mesmo a ser artista, Zé Trindade foi para o Rio de Janeiro e foi integrar o elenco de humoristas da Rádio Mayrink Veiga. Nos quinze anos que se seguiram, ele foi considerado o Melhor Cômico do Rádio.

Em cinema, a estréia de Zé Trindade aconteceu em 1947, no filme: ” O Malandro e a Granfina”, Ele filmou constantemente e seu último filme foi em 1987, e foi: ” Um Trem Para as Estrelas”. Participou ao todo de 36 filmes. São eles: “O Cavalo 13″; ” Pra Lá de Boa”; ” Fogo na Canjica”; ” Inocência”; ” Anjo do Lodo”; “Tocaia”; ” Meu Dia Chegará”; ” O Rei do Samba”;” O Rei do Movimento”; ” Trabalhou Bem, Genival”;” O Primo do Cangaceiro”; ” Tira a Mão Daí”;” Genival É De Morte”; ” Depois Eu Conto”;” Treze Cadeiras”; ” Tem Boi Na Linha”; ” Rico Ri Atoa”; ” O Negócio Foi Assim”; ” Maluco Por Mulher”: ” Garotas e Samba”; ” Na Corda Bamba”; ” O Camelô Da Rua Larga”; ” O Batedor de Carteiras”;” Aguenta o Rojão”; ” Éspírito de Porco”; ” Massagista de Madame”; ” Mulheres à Vista”; ” Entrei de Gaiato”;” Viúvo Alegre”; ” Marido de Mulher Boa”; ” Os Três Cangaceiros”;” Mulheres, Cheguei”; ” Bom Mesmo É Carnaval”; ” Jesus Cristo Eu Estou Aqui”; ” Assim Era a Atlântica”; ” Tem Folga na Direção” e “Um Trem Para as Estrelas”, que foi o último.

Em televisão, Zé trindade participou pouco, mas trabalhou ao lado de Chico Anysio. Participou do programa humorístico: ” Balança , Mas Não Cai”, na Rede Globo. E teve uma participação na minissérie: ” Memórias de Um Gigolô”, em 1986, também na Globo.

Também gravou muitos discos como cantor. Gravou trovas, pensamentos e músicas nordestinas. Entre seus discos, estão: ” Se Mamãe Votou em Mim”;” Pega Ladrão/Pro Santo Não”; ” Quadrilha da Roça/ Taca Fogo”; ” Namoro de Gato/Cara de Cachorro”; ” Marcha do Capacho/ Tô Abilolado”; ” Quadrilha no Escuro”; ‘Quadrilha Pra Inglês Ver/Bandinha do Mané”;” O Chevrolet do Papai/ O Negócio É Perguntar Pra Maria”; “Leilão na Roça/Quadrilha Francesa”; ” Vem Pro Papai/Olhar de Jacaré”; ” Miquilina/ No Dia do Batizado”; “Só Não Bebo Leite”/ Eu Quero É Remelecho”; ” As Filhas de Malaquias/ Hoje à Noite Tem”; ” A Marcha do Divórcio/ Tem Que Rebolar” e muitas outras.

Zé Trindade também foi autor de alguns livros, entre os quias: ” O Poeta Zé Trindade” e dois livros de humor.

Foi criador de vários bordões, que fizeram muito sucesso, tais como: ” É lamentável”;” O que é a natureza!” “Meu Negócio é Mulher”.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais