PRÓ-TV


ZÉ FIDELIS


O nome do famoso homem de rádio Zé Fidelis é Gino Cortopassi. Ele nasceu em São Paulo, capital, em 23 de setembro de 1910 e faleceu também na capital paulista, em 15 de março de 1985.

Zé Fidelis foi cantor, compositor, escritor, humorista. Foi um pioneiro do humor em rádio do Brasil.

Ele se apresentava como: “ o inimigo número 1 da tristeza”.

Fazia imitações diversas, paródias de sucesso, num humor ingênuo edespertava simpatia até naqueles a quem ele imitava.

Em 1930, Zé Fidelis começou sua carreira, no programa radiofônico: “ Cascatinha do Genaro”, de João Batista de Almeida. Foi aí que criou o personagem Zé Fidelis. Passou a atuar no Cassino da Urca e foi um grande: “ one- man- show”. Esteve também no Cassino “ Quitandinha”, Gravou inúmeros discos lps. Em 1958, foi o primeiro artista a gravar um lp de 33 1/3 rotações, só de humorismos. Quase sempre tudo de sua autoria.

Também fez músicas, que foram gravadas por outros cantores, alguns bem importantes, como Alvarenga e Ranchinho, que gravou: “ Meu Boi”, paródia de Meu Bem”, gravada por Ronnie Von, em 1966, adaptada de música dos Beatles: “Girl”.

Ele também escreveu vários livros de sucesso, como: “ Binho, Mulata e Vacalhau”; “ Seleção Canalhinha”; “ Muito Sangue e Pouca Areia”; “ História do Mundo”; “Teatro Maluco”; “ Saravulho”; “ Bérsus a Gasugênio”; “ Ópera pela Tripa” e outros.

A carreira de Zé Fidelis foi longa. Seu 1º disco foi em 1938, que foi: “ Construí uma Casinha”. Ele gravou ao todo quase 50 discos . E todos sempre faziam sucesso, pois ele sabia fazer as pessoas rirem e até gargalharem. Às vezes gravava/quatro a cinco num mesmo ano. O último que gravou foi em 1981, que foi: “ 50 Anos de Humor Legal”, um humorístico sertanejo.

Pelo seu enorme sucesso, fosse nos dias de hoje, teria sido um artista bem rico. Isso, porém, não sucedeu. Terminou seus dias uma clínica de repouso em São Paulo, quando faleceu, aos 75 anos de idade.

 

 

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais