Museu da TV, Rádio & Cinema


NELSON XAVIER


Nelson Xavier nasceu na capital paulista, em 30 de agosto de 1941. Seu nome completo era Nelson Agostini Xavier.

Ele se formou pela  EAD, Escola de Arte Dramática de São Paulo, em 1957, e começou sua carreira artística no teatro, na famosa peça ”Eles Não Usam Black Tie” de Gianfrancesco Guarnieri.

Em 1960 ganhou,  o prêmio Governador do Estado, como melhor ator coadjuvante, fazendo ”A Revolução na América do Sul”. E em 1970, ganhou o prêmio de melhor ator, com a peça ”O Segredo do Velho Mundo”. Em 1965 fez o espetáculo “Toda Nudez será Castigada” e depois “Navalha na Carne” ao lado de Tonia Carrero.

Nelson Xavier teve uma grande carreira na Televisão e no Cinema. No Cinema fez mais de 60 filmes entre 1959 e 2016. Entre muitos trabalhos cinematográficos destacamos: “Os Fuzis” de 1964; “A Falecida” de 1965; “Dois Perdidos numa Noite Suja” de 1970; “Vai Trabalhar, Vagabundo!” de 1974; “Rainha Diaba” de 1974; “A Queda” de 1978; “Amor e Traição” de 1982; “O Mágico e o Delegado” de 1983; “O Rei do Rio” de 1985; “Césio 137 – O Pesadelo de Goiânia” de 1989; “O Testamento do Senhor Napumoceno” de 1998; “Narradores de Javé” de 2003; “Chico Xavier” de 2010 e “As Mães de Chico Xavier” de 2011.

Na Televisão, Nelson Xavier estreou em 1967 em um pequeno papel na novela “Sangue e Areia” na TV Globo e a partir dos anos 1980 fez muitas novelas e minisséries como “Lampião e Maria Bonita” vivendo o personagem principal; “Sol de Verão” em 1982; “Tenda dos Milagres” em 1985; “O Pagador de Promessas” em 1988; “Kananga do Japão” em 1989 na TV Manchete, onde também viveu um dos principais papéis de “A História de Ana Raio e Zé Trovão” em 1990; “Pedra sobre Pedra” em 1992 na TV Globo; “Renascer” em 1993; “Suave Veneno” em 1999; “Estrela-Guia” em 2001; “Senhora do Destino” em 2004; “A Favorita” em 2008; “Gabriela” em 2012 e “Babilônia” em 2015.

Nelson era ator de muitos papeis e ganhou vários prêmios como melhor ator no Brasil e em festivais no exterior. Era casado com a cantora e atriz Via Negromonte.

Nelson Xavier faleceu no dia 10 de maio de 2017, aos 75 anos de idade, na cidade de Uberlândia, Minas Gerais, vitimado por um câncer de pulmão.

 
Apoio
ABCD Nossa Casa
ABCcom
ABTU
ACESP
Apodec
Centro Universitário Belas Artes
Coleção Marcelo Del Cima
Comunique-se
Grupo Observatório
RITU
SET
Sindicato dos Radialistas de São Paulo
Toda Tela
TUB
Universidade Anhembi Morumbi
APJ
UBI
 

Siga-nos nas Redes Sociais