PRÓ-TV


MOACYR CALHELHA


Moacyr Calhelha nasceu em 18 de março de 1919, no Rio de Janeiro e faleceu na cidade de Águas de Lindóia, interior de São Paulo, em 12 de setembro de 2002. Foi locutor de rádio, de televisão, de filmes e era também narrador.

Moacyr perdeu a mãe, quando tinha poucos meses de idade e o pai, quando tinha três anos apenas.. Então teve uma infância difícil, mas tinha uma irmã mais velha que o amava, de nome Daura.

Logo ao crescer, interessou-se por rádio. Tinha uma voz muito bonita, e con- seguiu trabalho no ramo. Foi ser locutor e teve sorte, pois foi sempre muito apreciado.

A voz de Ramos Calhelha foi sempre imitada. Fez, muitas vezes, narrações de filmes. Trabalhou para a “ Paris Filmes” e suas narrações são aproveitadas até hoje. Dizem que todos queriam imitar sua voz, o que era difícil, pois ela era pura e perfeita.

Mesmo para conversar, ou para narrar um fato, Moacyr o fazia com calma, com esmero, com perfeição e com arte, diziam todos. Seu tom era sereno, firme, suas palavras ricas, harmoniosas, fazendo com que a imaginação dos ouvintes, ao seu redor, viajassem para longe. Você se via em lugares descritos, interagindo com as coisas e com as pessoas citadas.

Em 1938, Moacyr ganhou uma bolsa de estudos para a Niagara University, nos Estados Unidos. Fez então narrações para a 20th Century Fox, naquele país. E seu trabalho foi muito elogiado.

Como freelance, Moacyr fazia traduções do inglês pra o português e narrava filmes, que vinham para o Brasil. Voltou em 1970, trabalhando em rádio e gravando comerciais.

Moacyr foi casado com Maria Ospina. O casamento se deu em 15 de maio de 1943, mas eles se divorciaram em 1969. Tiveram dois filhos.

O falecimento de Moacyr Ramos Calhelha aconteceu de causas naturais, em 12 de setembro de 2002. Ele estava com 83 anos e foi muito chorado pelos filhos e amigos.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais