PRÓ-TV


MARLENE MOREL


Marlene Morel nasceu em São Paulo, em 18 de outubro de 1934.

Ela se chama Marlene di Poldo. Menina levada, magrinha, elétrica, não gostava de estudar, ou melhor, não gostava de ficar trancada na escola. Mas aprendia tudo com muita facilidade e teve, por isso, uma vida alegre e cheia de peripécias. O pai a chamava de “rapazinho”. Ele tinha uma barbearia grande e oito empregados “oficiais barbeiros”. A mãe era aquela dona de casa à italiana, com “macarronada e vinho” no domingo. Mesa farta, alegria e hábitos rígidos.

Marlene chegou à televisão de forma inusitada. Foi convidada pela Maria de Lourdes Lebert, para fazer um desfile. Dali passou logo a ser “garota propaganda”, profissão importante da época, já que tudo era ao vivo, e os comerciais também. E assim Marlene Morel, cujo nome foi escolhido pelo diretor artístico, Cassiano Gabus Mendes, se deu bem. Fazia uma série enorme de propagandas: Isnard, Cassio Muniz, e tantas outras. Foi também por mero acaso que começou a participar dosteleteatros. Na verdade se deu melhor no TV de Comédia, pois era uma moça muito risonha e alegre.E esse era um teatro alegre, como ela. Tinha também facilidade para improvisar, pois muitas vezes, por causa do riso, esquecia o texto. Assim foi nos desfiles, nos comerciais, nos teatros.

Logo passou para a TV Record, e ali ficou fazendo parte fixa de programas como: “Praça da Alegria”, “Hotel do Sossego”, “Astros do Disco”. Várias vezes gargalhava em cena. Chegou a ser suspensa por isso. Havia já se casado aos 17 anos e se desquitado, quando entrou na TV Tupi. E quando estava na TV Record casou-se outra vez. Diz ela que “gosto de casar”, pois após o segundo casamento, casou-se uma terceira vez, vindo novamente a se separar.

Deixando a televisão, foi ser secretária executiva, e esteve colaborando na Editora 3, na Revista “Isto é”. Deu-se bem. “Aliás, sempre me dou bem, onde quer que esteja, pois gosto das pessoas, faço muitos amigos, e as pessoas também gostam de mim. E tem mais, gosto de agradar, de crescer, de colaborar com os que estão trabalhando comigo”. Assim é Marlene Morel, eternamente risonha e feliz. Hoje frequenta a Federação Espírita de São Paulo e isso a ajuda muito. “Rezo até por meus inimigos” , diz ela. “E faço isso todos os dias. Sou feliz, realizada e alegre. Gosto de rir. Só fico com medo que Deus se canse de mim, pois converso tanto com ele… Pronto. É essa que eu sou”. Diz, Marlene Morel, morrendo de rir …

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais