PRÓ-TV


MÁRIO ZAN


O nome completo de Mário Zan é Mário Giovanni Zandomeneghi. Ele nasceu na cidade de Roncade, interior da Itália, em 9 de outubro de 1920. E faleceu na capital paulista, em 9 de novembro de 2006. Foi um músico, acordionista ítalo-brasileiro, famoso por sua habilidade com o instrumento e ligado ás canções típicas de festas juninas, do centro-sul do Brasil.

Mário Zan emigrou com sua família para o Brasil na década de 20, ainda criança. Instalaram-se no interior de São Paulo, região de Catanduva.

Seu principal incentivador, foi o primo e também acordionista Hilário Fossalussa, que era da folclórica cidade de Olímpia.

Aos treze anos de idade, Mário já tocava bem acordeão e foi logo considerado um dos melhores do Brasil. Foi também compositor, tendo feito incontáveis composições, sendo que mais de mil delas foram gravadas. São importantes músicas suas: “ Quadrilha Completa”;” Baião Bonito”;” Noites de Junho” e “ Pula a Fogueira”.

Mário Zan foi autor dos hinos comemorativos dos 400 anos e dos 450 anos de aniversário da cidade de São Paulo.

Luiz Gonzaga dizia que “ Mário Zan era o verdadeiro Rei da Sanfona”. Algumas de suas canções ultrapassaram os limites de nosso país. Uma delas foi: “ Nova Flor”, escrita em parceria com Palmeira e gravada em inglês, como: “ Love me Like a Stranger”; em espanhol como: “ Los Hombres no Deben Llorar”;em alemão, como: “ Fremde Oder Freunde”. Foi dele também o “ Hino do Quarto Centenário de São Paulo, escrito em parceria com J.A.Alves.

Sua morte:

Mário Zan morreu em São Paulo, capital, após uma parada cardíaca. Seu corpo foi velado na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo e sepultado no Cemitério da Consolação, num jazigo bem na área nobre, e em frente ao jazigo da Marquesa de Santos, para atender a um pedido do próprio Mário Zan, que admirava história do Brasil e o romance de D. Pedro com a marquesa.

Ele faleceu com 86 anos de idade.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais