PRÓ-TV


MARILU


Ela nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 8 de outubro de 1918, É cantora. Tem discos gravados. Atuou em rádio e em cassinos.

Sua vida e sua carreira:

Foi muito afamada nos anos 40. Nasceu no bairro de Vila Izabel, no Rio. Mas, quando adulta, muitas vezes morou no exterior. No bairro em que nasceu, Marilu conheceu o grande compositor Noel Rosa, ainda garoto.

Em 1937, Marilu estreou como cantora, na Rádio Educadora do Rio, num programa de música portuguesa, apresentado por Manoel Monteiro. E foi crooner do Cassino de Petrópolis.

Em 1940, gravou pela R.C.A.Victor: “ Meu Mulato e Meu Canário”, de Jardel Noronha. Ela era estrela da Rádio Nacional e da gravadora RCA Victor.

Morou muito tempo na Argentina, apresentando-se na Boate Sagaró. Na Rádio Splendit e no teatro Smart. Depois passou para a Rádio El Mundo, principal de Buenos Aires.

Em 1942, gravou: “ Primavera”, de Darci de Oliveira e “ O Que è Que Ele Tem?” , de Ari Monteiro e Juraci Araújo.

Em 43, para o carnaval, gravou: “ Galinha Verde”( crítica aos integralistas, versão brasileira dos nazistas) . Gravou ainda: “ Procurando Alguém”, de Ari Monteiro e Ari Follain. Ainda em 43, gravou: “ Por Que É?”, de Roberto Martins e Mário Rossi e a valsa: “ Saudades de Sinhazinha”, de Constantino Silva. Além disso, gravou; “ Júlia Sapeca”( que fez muito sucesso e “ Fiz um Chorinho”, de Amaro Silva e Djalma Mafra. E gravou também: “ Desta Vez Vou Ser Feliz”, dos mesmos autores. Gravou: “ Anda Nego”, de Vicente Paiva e Sá Róris e “ Réu Primário”, de Amaro Silva e Djalma Mafra. E “ Índia Paraguaçu”, de Max Bulhões e João Bastos Filho.

!943 foi um ano muito fértil para Marilu.

Em 1944,para o carnaval: “ Tu Bem Sabes”, de Cyro Monteiro e Kid Pepe e “Ele Já Não Te Ama”, de Valfrido Silva e Sá Rorís.

Em 1945 Marilu era campeã de vendagem de discos.

Em 1946, voltou ao Brasil, e entrou na Rádio Globo.

Gravou então, pela Continental: “ Filas e Mais Filas”, de Benedito Lacerda e Raul Marques e “ Viúva de Quatro Maridos”, de José Maria de Souza

EM 1947, Marilu realizou várias viagens e fez apresentações em diversas cidades americanas. Resolveu residir definitivamente em Buenos Aires. Mesmo assim, em 1951, gravou para o carnaval: “ Aqui Tá Bom”, de Moacir Pontes, Jairo de Almeida e Marcos Alberto e “ Society”, de Caetano Maascarenhas.

Para a RCA Victor gravou 18 músicas e outras tantas para a Continental.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais