PRÓ-TV


MARCOS MENDONÇA


Marcos Mendonça nasceu em São Paulo, no dia 21 de maio de 1945.Foi casado com Lucinha Mendonça, uma figura inesquecível para quem teve o privilégio de conhecê-la, tem três filhos.

Quando se pensa em cultura, no estado de São Paulo, um nome surge em nossamente: o de Marcos Mendonça. Formado em Direito pela Universidade de São Paulo, em 1968, logo no início da carreira jurídica prestou concurso para a Procuradoria do Município, assumindo o cargo de Procurador. Desde os tempos de vereador, posto que ocupou por duas vezes, dedica-se a esse trabalho em prol da cultura, de sua preservação e sustentação, tendo até criado a lei Mendonça, que promove o incentivo à cultura, no âmbito do município, nos moldes da Lei Rouanet, na esfera federal.

Ocupou o cargo de Prefeito da Prefeitura Municipal de São Paulo, foi suplente de senador. Foi também por duas vezes deputado estadual. Sua atuação ficou indelevelmente marcada quando a partir de 1995, comandou, por indicação do governador Mario Covas, a Secretaria de Estado da Cultura, tendo promovido uma verdadeira revolução cultural na cidade e no estado de São Paulo. Ocupou o cargo de Secretário de Estado da Cultura por quase oito anos. À frente da Secretaria da Cultura criou a Lei de Incentivo àCultura – LINC que prestigiava as mais diversas áreas da cultura nacional.

Deu atenção a todas as áreas da cultura, desde a música clássica, possibilitando a criação da Sala São Paulo, excelência em concerto e exemplo mundial, à nossa cultura de base, a mais tradicional, instituindo o projeto “Revelando São Paulo”. Restaurou museus – a Pinacoteca, o Museu de Arte Sacra e o Memorial do Imigrante, Museu da Casa Brasileira, Casa das Rosas, Oficinas Culturais, fomentou o teatro com o projeto Ruy Guerra, o Projeto Arquimedes para a população mais carente, as artes plásticas com o renascimento do Salão de Arte Contemporânea, possibilitou a criação do “Projeto Guri”, ensinando música às crianças de todas as faixas etárias e de baixa renda, na capital e em muitas cidades do interior do estado de São Paulo. Isso só para citar algumas de suas realizações.

Ocupou o cargo de presidente da Fundação Padre Anchieta – Centro Paulista de Rádio e Televisão até o início de 2007. Fez parte também do Conselho do Museu Afro Brasileiro, que ajudou a criar.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais