PRÓ-TV


ETTY FRASER


Etty Fraser nasceu no Rio de Janeiro, em 8 de maio de 1931.

Logo se interessou por teatro e também por fazer cinema. Apareceu em São Paulo, na TV Excelsior, em 1966, participando da novela “Ninguém Crê em Mim”. Um ano depois fez no cinema: “O Mundo Alegre de Helô”, e, a seguir, “Agente da Lei”.

Foi quando Geraldo Vietri a conheceu e se encantou por ela. Tipo espontâneo, risada ampla, corpo grande, era um tipo que se adaptava bem as personagens que ele criava. Etty já tinha feito na TV Tupi, a novela “Beto Rockefeller”. Então Vietri a escalou em “Nino, o Italianinho”; “Simplesmente Maria”; “Vitória Bonelli”; “Meu Rico Português” e “Os Apóstolos de Judas”. Etty fez também participações importantes em “O Machão”; “Salário Mínimo” e “Tchan! A Grande Sacada”, todas na TV Tupi.

E ao mesmo tempo fez cinema e teatro. No Cinema fez “Diabólicos Herdeiros”; “O Supermanso”; “Macho e Fêmea”; “Eugênia dá Tudo o que Tem” e “Senhora”. Em 1980, quando a TV Tupi fechou as portas, Etty foi para a TV Bandeirantes, tendo aparecido nas novelas “Cavalo Amarelo” e “Dulcinéia vai á Guerra”.

Nessa mesma época, no Cinema, fez os filmes “O Homem do Pau–Brasil” e “As Três Mães”. No final dos anos 1990 e início dos anos 2000 esteve em “Entre o Amor e a Espada”; “Durval Discos”, filme que lhe rendeu prêmio de melhor atriz e “Cristina Quer Casar”. Na TV Globo, fez a minissérie “Um Só Coração”.

Grande atriz de teatro, Etty se destacou em “Pequenos Burgueses”; “A Vida Impressa em Dólar”; “O Rei da Vela” e “Um Violonista no Telhado”. E em 2003 esteve em cartaz com a peça “A Importância de ser Fiel”.  Foi casada com o ator Chico Martins, de quem ficou viúva em abril de 2003.

Ela também foi a responsável pela linda campanha de arrecadação de fundos, para seus colegas vítimas do H.I.V. Etty Fraser pessoalmente pedia colaboração para o público em geral e sempre teve muitos admiradores e fãs.

Em 2006, fez a novela “Cidadão Brasileiro“, na TV Record, e em 2010, fez o remake de “Uma Rosa com Amor”, no SBT.

Etty Fraser faleceu na capital paulista, aos 87 anos, em 31 de dezembro de 2018, no Hospital São Luiz e teve seu corpo cremado no Crematório da Vila Alpina.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais