PRÓ-TV


ÉRICO DE FREITAS


Érico de Freitas foi um ator que nasceu em Vitória, capital do Espírito Santo, em 1939 e faleceu no Rio de Janeiro, em 20 de dezembro de 2009.

Ele foi ator de teatro,televisão e também se dedicou à pintura.

O menino Érico foi de Vitória ao Rio de Janeiro, ainda bem garoto, ao lado da mãe e da irmã, depois que se pai faleceu de um acidente aéreo. Estava com 9 anos de idade.

Conheceu Maria Augusta, uma personalidade da cidade carioca, e que era da “Socila” e que o apresentou a Brutus Pedreira, do teatro. Este praticamente adotou o menino como filho. Orientou-o a fazer aulas de interpretação. E ele fez, na Universidade de Teatro do Bahia. Assim,depois de um tempo, Érico veio a conhecer os grandes nomes do teatro da época, como Ziembinski, Cacilda Becker, Walmor Chagas. Conheceu ainda Eugênio Kusnet, Sérgio Cardoso, Maria Fernanda.

Foi quando a Companhia “ Cacilda Becker” abriu teste para jovens atores e Erico se inscreveu, para a montagem da peça: “ A Terceira Pessoa”. Compareceram 60 candidatos, mas Erico foi o escolhido. Estava iniciada sua profissão.

Em 1963, fez a peça: “ Um Bonde Chamado Desejo”, com Flávio Rangel na direção, no Teatro Dulcina.

Ao mesmo tempo, o jovem Erico foi procurar a televisão No Rio de Janeiro, na TV Tupi, entrou no “ Teatrinho Trol”, de Fábio Sabag. A seguir, na TV Globo, fez a novela: “ A Cabana do Pai Tomás”. .

Mas ele preferia o teatro, veículo artístico mais nobre, segundo os conceitos da época. Nas décadas de 60 e 70 esteve em muitas peças importantes, como:” Playboy”, “ Tartufo”, Chão de Estrelas”,” Os Sete Gatinhos”, “ O Olho Azul da Falecida”,” Pano de Boca”, “ Botequim”, “ Abelardo e Heloisa”, e muitas outras.

Em 1967, junto à Thais Portinho e Aldomar Conrado, fundou o “ Grupo 3”, E fizeram: “O Triciclo”, “A Filosofia da Libertinagem”, “ As Criadas”,onde , pela primeira vez, três atores homens fizeram papeis femininos. Um deles foi Erico de Freitas, que foi elogiadíssimo.

Depois Erico viajou à Europa e Estados Unidos, tornando-se inteiramente hippie. Na volta assumiu a Sala Funarte,onde criou shows musicais de muito sucesso, entre as quais o show: “ As Cantoras do Rádio”.

Continuou a viver no Rio,no bairro de Copacabana e veio a falecer em 20 de dezembro de 2009, aos 70 anos de idade, por causa de uma pneumonia. Já estava afastado da televisão e do teatro, só se dedicando às suas pinturas.

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais