PRÓ-TV


ÊNIO GONÇALVES


O ator, produtor e diretor Ênio Gonçalves, que tem um colega homônimo, nasceu em 4 de outubro de 1929, em Votorantim, São Paulo. Seu nome oficial é Nelson Gonçalves. Ele trabalhou como bancário e gerente de loja.

Em 1948 entrou para o Grupo de Amadores Bandeirantes e atuou na peça “Um Pedido de Casamento”. Em abril de 56 passou a fazer parte do TESP, Teatro Escola de São Paulo, e a participar de montagens teatrais, ao vivo, na TV Tupi de São Paulo. Fez “O Filho Pródigo”, “A Dádiva Perfeita”, “Conto de Natal”, “Duas Cavalgaduras”, “As Ações”, “O Viajante”, “O Preço da Glória”, “A Nota de Um Milhão”, “A Moça dos Meus Sonhos”, “A Dama das Camélias”, e “O Pobre Piero”. Esteve também na novela em capítulos alternados, “Nicholas”. Na sequência trabalhou como mestre de cerimonias no programa ‘Cântico dos Cânticos”, aí na TV Paulista.

Foi para a TV Excelsior SP onde fez sua primeira novela “Sozinho no Mundo” em 63. Em 65 está na Tupi SP e trabalha nas novelas “A Ré Misteriosa” e “Ana Maria, Meu Amor”. E nesse mesmo ano trabalha na TV Cultura fazendo as novelas “O Moço Loiro”, “Escrava do Silêncio” e “As Professorinhas”. Em 1966 integra o elenco das novelas “Somos Todos Irmãos” na Tupi paulista e “Sangue Rebelde” na TV Cultura. Em 68 foi trabalhar na TV Bandeirantes onde fez a novela “Ricardinho: Sou Criança, Quero Viver” e no ano seguinte “O Bolha”.

Saindo do campo televisivo, mas dentro da área artística, Ênio Gonçalves foi secretário do Instituto Cultural Israelita Brasileiro durante 9 anos.

Nos anos 80 volta a trabalhar na tv, agora atrás das câmeras, como produtor e diretor dos programas do animador Bolinha, na TV Bandeirantes.

Ênio faleceu em 2002, em São Paulo.

 

M.A.Z./ 16-08-2020

 
Band
CNT
Cultura
Gazeta
Globo
Record TV
RedeTV
SBT
TV Brasil
 

Siga-nos nas Redes Sociais